sábado, 9 de julho de 2011

O passado (Davi Salles)

O charme do passado é exatamente estar no passado
Lá intocável, porém presente na memória
Não passa, não morre...
Regente das lembranças dessa orquestra
De emoções das mais diversas e distintas histórias
Vitórias, frustrações...
O passado é uma saudade para a vida inteira
A certeza que o tempo existe, é real, não é brincadeira!
Vem dele as marcas que trazemos na expressão facial
A evolução e a tecnologia, nos alerta da velocidade do tempo
Objetos obsoletos...
A energia limpa hoje que é captada dos ventos
A revolução dos computadores
A telefonia que aniquilou o romantismo das cartas e dos telegramas
Mas encurtou a distância dos continentes e das gentes
A informação, a notícia, agora aliadas da democracia
No passado era tudo bem diferente
Quem se manifestasse perecia, desaparecia
Os satélites de hoje, são armas que geram temores
Um botão pode exterminar em segundos uma nação e toda criação
Calar o canto dos cantores, nos privar da beleza e do perfume das flores
O passado das senhoras, dos senhores, dos amantes, dos amores
De alegrias e de várias dores
Das florestas desbravadas e desonradas
Pelos afiados machados e braços fortes daqueles lenhadores
Há um passado de escuridão, mas também de muitas cores e sabores.
Postado por Davi Salles
sexta-feira, 8 de julho de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário