terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Reencontrar

Reencontrar


Reencontrar ,é sanar a saudade
Alimentar a vontade de quem nos acorda
Transmite a certeza , que a vida pro segue e tudo que segue tem uma
razão . Um curso traçado pire determinado
Pelo coração
Reencontrar é ativar o passado nas nossas lembranças
Colocar tudo na balança , e o saldo que fica só trás esperanças
Cada momento vivido foi bem digerido ,degustado ao extremo nada perdido
Inalado e tragado ,em fim este guardado o que bom que fizemos
O bem que nos queremos e o que ainda viveremos
Reencontrar não é dar marcha ré é rever quem se quer
Seja homem mulher ,não se atenha ao orgulho
Grite faça barulho ,diga sim se há amor o que passou
O e nem mesmo o tempo apagou o que de mais forte ficou
É assim que ama , deixa o resto na Lama onde é seu lugar
Quem tentou nos tirar esse nosso entrelace já tem quem desate
É um nó , apertado o destino que atou e no meio do mesmo
Esta o nosso amor .Todo nosso carinho , todo nosso calor
Se enganou quem pensava e ate comemorava o que jamais se sucedeu
A distancia entre nos nunca , aconteceu porque você será minha e eu
sempre só seu
O seu cheiro seu beijo ,trago sempre comigo ,no meu corpo te abrigo
Nos meus sonhos te tenho , da forma mais gentil , com o desejo
animal
>Com uma fome letal, se não tiver você passo mal
Passo em branco ,sem o prazer real , não tem festa ,lazer carnaval
Reencontro para nos não cabe nem combina jamais nos desgarramos
Sempre nos chamamos ,dialogamos em nossos pensamentos
Nutrindo esse nosso lindo sentimento

sábado, 26 de dezembro de 2009

Desejo

Desejo (Davi Salles)


Se te deixa louca, assim meio boba
Fora do ar. Fica a imaginar
Cenas do que fazes, na hora de amar.
Na entrega se transforma em loba
Só quer devorar
É tão constante essa ansiedade
Preocupa-te essa sua vontade?
Viva desfrute o calor que te invade

coisa tão saudável o seu desejar
se te molha roupa, olha aqui o moça vai comemorar
Nos braços de quem ama, venha se atirar
Saciar sua fome, agarra seu homem e deixe rolar
Se lambuze toda ponha em sua boca o mel quando ejacular.
Pois muitas reclamam da cama.
A falta da chama e também do gozar

É feliz... hormônios se fazem bem presentes, a fervilhar
és quente não és carente
isso não e problema é solução para o tema
que estamos aqui a abordar

Desejo é virtude, não vejo como pecado
por ter encontrado, o fogo desejado
com aquele que está ao seu lado
loucas fantasias quer realizar, essa é a magia
é alquimia, quando quer se dar
o tempero certo é o alimento pra não secar
a fonte da procura, do tratar com douçura
e cometer loucuras gostosas de lembrar
daquelas que a gente fica todo arrepiado
enfeitiçado e faz o tempo parar

O desejo te toma... se não diminui só soma
se acumula, concentra e depois amor te joga na lona
te arrebenta, mais se o tranco agüenta, se tu és sedenta
na cela do amor já pegou carona, química violenta
transcende , proclama a vida te chama
Se já tem quarenta tem conhecimento, viva seu momento.
Com intensidade a criatividade use de verdade, afinco.
Pra não envelhecer nunca essa vontade
Cultive a saudade, é ela o termômetro que mede indica
E por isso implica que o amor permanece e está
Que ele existe, insiste explica o seu desejar.

negas

Negas



Nega o seu sentimento, escondes não o admite
Tem medo do que e mais forte insiste
cresceu não o planejou
Mais aconteceu .nasceu brotou
Te assusta estar apaixonada .ligada a outro alguém
Querendo ter sua presença, incomodada com sua ausência
Quer dele sua companhia atenção energia
De azas a esse amor ser sozinho ninguém agüenta


Não oprima o amor em seu peito
Tentar extirpar não tem jeito
te consome .incomoda te acorda ,assim não e direito
se a noite o sono te falta, , dele não se esquece te chama te aborda é pertinente constante , vibrante sem trégua , sem porta esta sem saída
ilhada . esta ancorada no cais da sua paixão

desça do muro encare ,a situação
confesse a quem você ama
o seu sentimento ,que mal ´não faz não
vergonha de amar ,nunca deve se ter
se amor faz bem te ensina purifica você

és nova sobre o assunto aprenda tente entender
conheça vai fundo,mergulhe de cabeça sem se arrepender

as vezes o primeiro amor é o único das nossas vidas
e aquele que a primeira vista
baixa sua pressão, faz jorrar suor nas mãos
balança o corpo inteiro ,que te faz gaguejar, basta sentir o cheiro
te faz falar ligeiro perder a fala , abarca te deixa fora do ar
parece um ima a nos atrair difícil é resistir
melhor se entregar

e do tipo que causa inveja, que não da brecha para falação
tem luz seu próprio brilho tem uma exatidão
não é fugaz nem passageiro.como inverno ou o verão

amor é algo pra ser vivido
tem que ser pleno,intenso,compartilhado
olhar pra frente olhar pro lado
cuidar um do outro do seu amado
criar um clima a cada dia a cada noite
cada momento ,se dar inteiro abrir o leque
acenda a chama .amor na mesa amor na cama
amor no carro .amor no quarto amor fiel amor bacana

amor bandido amor honesto amor sincero amor fingido
quem ama sabe qual é o seu que tipo tem, a conotação
a qualidade se é de verdade, se tem razão de ser e de estar
de prosseguir continuar se vão pra frente se e frio ou quente
Se tem futuro se pode e deve seguir em frente

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

sucesso

o Sucesso

É um sonho sonhado podendo virar pesadelo
Se chegar muito cedo promove a riqueza e também a exposição ate do pão que vai a sua mesa , ele Assassina a privacidade
Das coisas simples começaras a sentir saudade
O tempo é escasso para usufruir o que foi conquistado
A duvida da intenção de quem estará a seu lado

Se tornaras o foco das atenções
Serás o alvo da calunia a mercê das opiniões
a mídia fútil e vazia que muitas vezes o seu talento
se quer avalia ,mais noticia com quem sai no dia a dia


Fazer sucesso as vezes é muito fácil
Manter que é difícil e infelizmente por tantas vezes é interrompido
pelo deslumbre material, pela fraqueza diante do vicio
Se achar que é deus sempre da nisso

Perder a essência e a identidade, sua simpatia e a humildade
ferir quem o ama de verdade
Se esquecer de onde veio por vaidade
Viver uma vida que nunca fora de verdade
Sucesso nem sempre traz a tão famosa felicidade
Já vi quem teve mais nesse caminho se perdeu
Se achou de mais , não percebeu sua arrogância
A intolerância por ser notado por alguém telo abordado

Sucesso de nada vale quando de você ele arranca tudo bom
A boemia seca a fonte do bem maior que é o seu dom
veio de graça , fez lotar palcos e praças, te fez querido e admirado
Fostes aplaudido, aclamado, depois do feito alcançado
O tal sucesso que aqui é falado, te tornou um enjoado
Já não consegue se enxergar , não reconhece o seu eu
Fez sucesso ,mais jamais o mereceu

louvando

Louvando ( Davi salles )



Ontem cantei pra Deus em sua casa
Estava envolto numa nuvem de paz
Foi lindo, algo estupendo ,tremendo é sentir a presença do pai
Minha voz que embargada estava , pela emoção quase que não sai
E aos poucos já na não sentia meu corpo , e louvando louvando ela crescia
Não parava mais, a igreja me acompanhava com palmas
a minha canção que eu fiz para agradecer minha benção e aminha unção

O pastor de emoção chorava , como sempre lá acontece
O canto que contagia, a mensagem da letra , é da melodia
É o meu relato de vivencias , de alguém que hoje tem clemência
E tem o santo espírito em si , tem força para prosseguir e jamais ira desistir

sei que sou vencedor , pos vivo e recebo esse amor
Caminho com meu senhor, é assim para o alto eu vou
Rompendo toda barreira, que possa aparecer
Não temo Deus esta comigo é certo que eu irei vencer

Quem sabe que ele existe sente que toca em nos
Quem ouve a sua voz, enxerga a sua face não a nó que não desate
Não usa disfarce, se mostra assume que é seu soldado
Com a fé vai estar armado , com a palavra e a autoridade
Com ele no coração
Ligado no seu e na terra ungido com a sua unção

A duvida não te rondaras , é fato sua vitória
Mais nunca , jamais se esqueça, de dar a ele/ toda honra e toda gloria
Pios cada célula sua , cada gota do seu sangue

Foi dada a ti por ele, cada segundo da sua vida
tem a permissão do criador cada dia da sua trajetória ,
Quem nunca ouviu falar de Jesus ?
Que esse nome fique gravado na sua memória

Ele será o seu único amigo, que por nada te abandonaras
em toda a sua historia Sua mão te apoiaras clareando sua visão
Não existira impossível se o carregar no coração

ironia

Ironia


Martelando meu pensamento me Faz cair ate cabelo, essa a ânsia um mundo sem dor Sem vícios sem violência, pode parecer utopia
mais juro que queria , me chamam de sonhador
quero um lugar perfeito certinho direito
Onde todos tenham valor

Seria pedir demais? Igualdade dignidade
Oportunidades, perspectivas, horizontes essas coisas banais.
O básico que muitas das vezes parecem ser supérfluo
O alimento, ócio, lazer conhecimento um teto

Num buraco negro,colocaria a miséria e o preconceito
No meu mundo jamais caberia a ganância
A palavra de ordem tolerância, união
A felicidade um bordão
o meu mundo ainda estará por vir eu quero e persevero assim

aqui no mundo real
a burguesia se tranca em seus palacetes
pisando nos seus requintados tapetes
Em seus carros blindados ,nos casarões dos condomínios fechados
nos escritórios refrigerados ,não se dão conta Daqueles que não tem pão leite
alguém que te aceite os respeite
Que crianças perdem a infância
Com os seus tabuleiros, pedindo um pouco de dinheiro
Nos semáforos a lavar para brisas
Desses malabaristas o Brasil infelizmente esta cheio

imediatamente ,urgente quero ver meu povo sorridente
andando pra frente , morando em lugares decentes
fora das favelas, comunidades carentes
onde o poder publico se mostra doente é ausente
alimentadas pela ilusão do trafico
Onde o bem feitor, ironicamente é mal praticante,
Pseudo protetor, o traficante que recruta seu exercito com força arrogante
Onde soldados são adolescentes são aliciados
Expostos ao perigo constante
Tentados pelo poder de compra, com a pistola na cintura
Um dialeto peculiar que exprime o seu penar
Tênis da moda importado , Trilhando o caminho do pecado
da morte o destino a própria sorte ao crime ele se mistura

Negocio maldito, fabrica de bandidos
precoces são seus delitos, freqüentes gemidos
a sociedades taxa, condena
mais muitos o produto que eles vendem
também usam e se envenenam, alimentam esse mercado podre
Pais de famílias aflitos, corem atrás do seu prejuízo
perdem os seus valores,nas mão desses mal feitores
Convivem na guerra civil ,eterno fogo cruzado , policia versos marginais
Muitos as vezes são iguais, compartilham do lucro que a droga traz

São donos das bocas, das mentes,dos filhos daqueles burgueses
Os mesmos dos finos tapetes
Que esbanjam indiferença . não sabem o que é caridade
com muito nada dividem ,por isso que a pobreza e a miséria progridem,
veloz alarmante, avançam e encurtam a distancia, entre ele e o assaltante
parece a te um castigo
o filho do burguês bonito, que fala Inglês com fluência
ao morro ela vai dançar fank ,usa maconha cocaína skank
aos poucos já esta tomado ,mudada a sua aparência
ai já não há diferença, daquele que é favelado
Sem escola, sem dentes, enjeitado, Para o rico bem educado
Branquinho ,todo engomado,que tem o saber a cultura
Vitimas não tem estrutura, dependentes da droga beirando a porta da loucura
um ato de caridade repartir um pouco a riqueza
Evita que mais uma criança, se prive do pão em sua mesa
Que a infância seja só beleza que não perca sua juventude
Engaiolado condenado revoltado pela sua pobreza

inspiração

Inspiração


Inspiração creio que seja uma porta entre aberta
Basta querer passar por ela adentrar para desvendar
Seus segredos
Inspiração é ter a certeza que você pode tudo aquilo que pensar que você é
E será, bastar querer , ir e realizar ter a firmeza a boa vontade na riqueza dos detalhes para que tudo que faça te traga satisfação é o saldo da inspiração
Orgulho depois dos seus feitos
Porque certamente foi tudo direito arrancado de dentro do peito
Do fundo da alma seu eu mais intimo
Inspiração é o coração é o toque suave da inteligência
Que abate a insegurança sem clemência
É ter paciência ,destreza sapiência isso faz a diferença
Dos inspirados ou dos desprovidos desse tema rimado
A resposta de Deus para os iluminados
Os filhos seus pelos dons variados
Se inspire sempre que você quiser .se encontre se perca, mais ache o que você quer imprima sua marca , deixe seu rastro é assim que faço
Sou inspiração pois trago comigo a dedicação o amor a arte que arde e me acorda
As vezes seu sei que incomoda a inveja Ana na moda
Mais sigo minha trilha sou abençoado , prendado , afortunado de amor pelos meus .eu sou tão feliz tenho e sempre tive, quem quis e quem quero e espero
Sou uma aprendiz incansável jamais serei um miserável acomodado que entrega os pontos há inspiração abre as comportas das notas ,do texto profundo
Aqui eu ganho o mundo e voam os segundos e eu nem percebo
Sou inspirado sim na tenho vícios em mim , nem mal que me assole
Eu me basto comigo e o meu criador .confio na justiça dos céus azulados
Sei que não foi em vão cristo ter sido crucificado humilhado . morto e seu poder ter mostrado depois de ressuscitado a inspiração assim de algo que me foi indagado
E resposta brota .jorra como um poço depois de ter sido perfurado
Imunda meu ser idéias .trocadilhos , tem uma luz tem um brilho
É a inspiração .é meu testemunho tem cunho de amor tem muito valor
Pro meu existir e se estou aqui serei sempre assim
Serei sempre eu , serei por inteiro verdadeiro nas minhas palavras
Nas minhas andanças .pelos meus caminhos pelas minhas conquistas
Quero ter o prazer de não esmorecer sempre a minha vista
Que no meu olhar tenha só bondade ,e todo que fiz só deixe saudade

chegando

Chegando ( Davi Salles )

Estou chegando perto do seu coração
ao falar comigo ,percebo um suspiro
ofegante em sua respiração
indícios da nossa atração
que bom ter te tocado, com minha poesia
versos nas entre linhas .
e assim que sou,sei que estas surpresa
pois não esperavas tanta sutileza
atrás desse porte dessa minha voz forte
tanta a delicadeza

ao falar contigo,sinto uma coisa boa
vejo sua pessoa, o tempo parece que voa
para ,fico rindo a toa besta igual criança
cheio de esperança , na minha lembrança
os teus lindos olhos, seu largo sorriso
sinto a sua falta,estou contando os dias
pra te ver de novo ,pra ganhar seu beijo matar meu desejo.
Minha sede e fome, grito aqui seu nome ,e pelo vento ecoa

já te amei mil vezes,nos meus pensamentos
já sonhei te dando todo meu prazer
me encaixando todo dentro de você
te beijando a boca,te deixando loca
e o amor fluindo ate o amanhecer

quero teu gozo forte, para nunca esquecer
cravar na memória,toda nossa historia,que estar por nascer
sua voz macia,quando vem Amim,o mundo se abre
me arrepia o ser
minha fantasia,logo vem a tona
agonia te querendo perto, quero é te ter
se já e a dona desse meu querer
me jogou na lona, aos teus pés estou quero te dizer
mais qualquer palavra hoje e muito pouco
pra fazer um esboço explicar o todo .que faz um louco , louco por você

o destino insiste em nos aproximar ,
sinto seu receio em se entregar
pois não me conheces . não sabes quem sou
aos poucos me revelo ,é assim que eu sou
transparente, verdadeiro .quente
cantador que vive a cantar amor

Estava traçado, que por te teria que me apaixonar.
Pois assim que sinto, e assim que estou vinte e quatro horas.
a te desejar
a sentir seu cheiro teu abraço terno e o seu olhar
onde estas agora?
A fazer o que ? porque não liga e não vem me ver
estou por um fio ligado a você , minha droga, meu tesão
me desatina essa solidão.vou pegar um trem. Um avião
vou buscar meu bem , feliz e quem tem a sua atenção
estar do seu lado .ser agraciado com sua beleza
,feminina ,alteza mãe da realeza , digo com firmeza
por você respiro , como te admiro . essa e a razão
E o mundo inteiro se preciso eu giro Por essa paixão

medo

Seu medo



Porque foges de mim ? seu medo ao meu ver
é sem sentido
se Quando miras seu olhar ao meu , trasborda o carinho
estampado em sua face, por mais que disfarce.
Me deixa tranqüilo ,o sentimento seu é igual a esse que trago aqui comigo
Não tem quem desate , é um fato definido

Agente se encaixa ,um desejo absurdo,se juntos estamos
Esqueço o mundo ,de tudo ,e bom no principio no meio,e no fim
é gostoso., te fazer carinho, te ver de pertinho, sentir
teu perfume, teu brilho, teu lume, somente nos dois
te beijar com gosto, e você já sabe o que vem depois , mato minha saudade
te abraço bem forte , nem lembro da morte,se amor é vida
és meu bem querer , é minha querida, minha escolhida
Seu amor trás paz., calor, algo a mais ,ate me da sorte
Não vejo problema ,qual o seu dilema?, qual o seu receio

Me guarde em tem seio , me adote, no peito .em sua cabeça
No seu pensamento,a todo momento, de mim não se esqueça
Sua tez me agrada , o seu beijo seu toque ,e você minha amada ,tenha toda certeza
Não se dar conta disso , já falei baixinho.sussurrei em seu ouvido
já escrevi cantei
se preciso grito , esganiço a voz ,mando e-mail carta pelo correio
vou pichar seu muro . faço uma serenata,pra te convencer
para que acredite,se queres eu juro

Somos um em dois .somos mais não menos ,diga sim querendo
Não fique sofrendo, distante, temendo , se jogue se atire
Me ame , suspire, me admire, do jeito que eu faço
Do jeito que eu gosto, do jeito que imposto, esse meu querer

Eu já repeti, que eu quero você , estou no seu laço
Forte seu feitiço, bom o seu abraço,acredite nisso
Quando te vi a razão perdi, será que se lembra? eu não esqueci
ate musiquei cantei esse verso
Por isso te peço, esqueça esse medo, que duvida tem
Sobre o meu afeto,?
Sobre o que eu sinto. te adoro não minto . não sou rodeios .nem meias palavras
Demonstro,externo ,manifesto quando amo ou odeio
Por vezes esperei, fiz planos sonhei, te desejei e você não veio

infantil seu temor .meio adolescente , fase que já não lhe pertence
A idade da loba já,te foi conferida ,por ti atingida
Desperte, acorda pra vida, acorda pra agente
Da corda pra mim , a nossa paixão,tenha medo não
Te machucar ,nunca pensei não tenho intenção
,ou ao seu coração ,um dia ferir cravar um punhal
Ou se quer partir ,Magoar ou iludir , jamais te trai
Quero somar, .dividir .subtrair, apenas tristezas
A insegurança a incerteza ,tudo negativo o que for de ruim

Sei que te faço bem. Pois quando em meus braços, a mim faz também
Me agride sem culpa. por de mim gostar,
por me desejar, se oculta se afasta, e sublima
Desejos, vontades , o calor a saúde, que invade seu corpo seu ser
Teu sexo lindo , ate quando dormindo , me vem a lembrança
Acordo suado apaixonado e então a cobrança ,onde esta você
Porque não me liga .o que fazes agora ?e não vem me ver
Fica do meu lado, em cima,em baixo,contente sorrindo
Gemendo chorando ,tudo isso existe,tudo isso escrevo
Porque estou te amando

familia

Família (David Salles )
Família o que seria sem ela ?
O que seria sem elos .Sem laços abraços É o porto seguro , De Filhos e pais
Parentes carnais .
Vidas ligadas sentimentos mútuos
Amor absoluto reduto da paz

Muitas numerosas , Algumas nem tanto
Muitas felizes .sorridentes contentes
e outras em prantos
Sempre um componente como se diz um ente
Se mostra as vezes muito diferente
Se afasta do bando se desgarrando ,Por fim se afastando
Fica longe da gente uma família é como uma matilha uma manada forte unida

Há quem se vai porque quer
Outros porque Deus chamou
Alguns para formar outro lar
Quiçá mais um ninho de amor

Netos perpetuam a espécie
Revelam a existência da vida a nova geração
Novatos aumentam a família
Que trazem tamanha emoção

Não há quem nos ame de tal forma
Sem preço ,sem nada querer
Se és defensor da família Feliz fico em te conhecer
Percebo que tem sapiência ,Com tudo muita inteligência
Se sabe o teor da partilha ,a força e o valor da família
Com certeza será mais difícil de se perder no caminho
se ferir nos espinhos ou ate mesmo sofrer

singular amor

Singular o amor

singular o amor sentimento impar
depende de um par

Plural , escrito com vogal consoante
Eterno , constante, não se compara a paixão
Que brota e se vai no mesmo instante
Poderoso ,é universal, variante, mutante
Transformador ,Nasce, cresce,se renova , envelhece
É alho de teor

Desgasta, morre de alguns ate se esquece
É o mel que escorre derrama se não regas
Se transforma em lama
De sentimento bom para o um mal se inflama adoece apodrece
Amor e ódio dizem ser vizinhos
O odiado pode ser amado
E o amado nem preciso dizer
Deixo a dedução para você responder sozinho


O amor implora o amor explode, o amor ancora
Navega ,trafega incendeia te explora /,inunda deságua um grotão
O amor tem cara , sai caro é um barato , é uma brasa mora
Cria raiz .ferida cicatriz tem preço ,valor mercado
Consumação

Anônimo ou ,declarado , explicito exagerado
Amor bandido o que foi confundido com uma mera paixão
Fácil de conduzir complicado traz prejuízo

Amor leve pesado ,planejado o inesperado
O forte o derrotado, o amor que luta
Vencedor da labuta, retratado, cantado.
Versado, dedicado o amor se usa se cuida.
Palavra mais usada que se escuta em musica

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

a amizade

Amizade Davi Salles

É fincada no sentimento mais puro
Quando se desce de cima durmo
Revela-se no aperto se estas em apuros
Quando o braço do amigo é um porto seguro

Amigo se escolhe se elege
Amizade nos ergue, protege e se segue
Os anos os dias estreitam e apertam o laço dessa união
Amigo de fé jamais diz um não estende sua mão
Confia , perdoa , conhece a pessoa
Jamais o magoa se o faz tem perdão

Amizade é um tesouro vale mais que ouro
que a Prata o dinheiro ,não se mensura
Quando é verdadeira clara e pura
Água cristalina . te acalma te anima te chama atenção
Amizade é fogo que queima no peito
Com o tom mais perfeito
Se guarda no peito no coração

É voz da amizade que chama a saudade
E ter um amigo é raro hoje em dia
Sem pagar um preço por ,essa parceria só de energia
De bons sentimentos , do desejar bem
Sem Cobiçar o que o outro tem

Amizade é pisar firme no terreno
é confiança desprendimento
partilhar matéria, sentimento é estar presente
a todo momento amizade tem força tem brilho jamais te ofusca
nem te leva a forca
só soma não subtrai, divide não te furta jamais
é a mesma de anos atrás , de hoje e do amanha
da infância adolescência , da puberdade da velhice
não tem crendice religião .cor nem, preconceito
É cumplicidade é respeito

a fé

A fé




A fé remove montanhas
Quando habita nossas entranhas
Cura enfermidades
Quem tem fé sempre é vencedor
Acredita de verdade, é forte tem confiança.
Por nada balança O que almeja batalha e alcança

Um homem sem fé nada será
Pois dele nada provem nada provera
A derrota invade sua vida
Se a luz da sua fé pedida, ele não souber reencontrar.

O homem se transforma em tudo que ele pensa que é
Por isso acredite Otimize persiga o seu objetivo tudo que quer
A sua fé se entregue não se negue
É a experiência desse que escreve
Se o bem mentalizas não a mal que te pegue
Imune,fortalecido capaz protegido
Sua fé um escudo é um clarão no breu
E o braço a proteção de Deus
Um homem sem fé é um ser sem sonhos, sem objetivos
nem se quer percebes que ele assim já morreu

Quando te vi

Quando te vi


Quando te vi, foi tão simples te admirar.
Sua elegância,postura e com seu cheiro. Não demorei me embriagar
Tua graça , sua , postura seu jeito de olhar
Exótica, erótica, felina, menina com poder de encantar.
E mulher. Loba me devora se você quiser. Eu te aceito abro os braços e meu poros pata te tragar te receber
Queria suas garras em meu corpo agora a me arranhar
Feitiço gostoso . não esqueço seu rosto e agora ?
Eu fico a te desejar
foi assim, assim foi, e assim será
O meu pensamento parou , inerte diante de sua beleza
Que me perturbou
Parece uma alteza .do reino dos súditos enfeitiçados
Todos aos seus pés de joelhos prostrados ,clamando, e desejando o seu beijo
O seu corpo que mais parece ter sido desenhado

Estar ao seu lado .é mais que uma tortura .
Usar de controle , e não me render a sua formosura
É um ato de bravura
Uma forte atração brigando com razão
Ávido e louco engasgo transpiro engasgo as palavras
Engulo a saliva ,degusto seu perfume
Morrendo de ciúmes de quem te conhece
A noite na cama , na intimidade e te merece
Queria assassinar essa minha curiosidade e satisfazer essa vontade
Moça você me leva a loucura tira minha sanidade
Te abraçarei um dia, que agonia sentir o seu peito
Coladinho no meu , tuas mãos macias tua voz vicia
Sinto falta dela , e de tudo que é seu , depois daquele bem dito dia
sonhei te amando , nossas línguas se procurando
Nossas bocas se encontrando o seu mel me saciando

E ate parece que já te conheço , de tempos atrás
Quando te vi me perdi , te achei por ti me encantei e muito mais
Um sonho musiquei ,pra te oferecer
Pra você saber que habita em mim , uma fome aguda
Uma idéia fixa .que se movimenta
E sempre se apresenta . ela me atormenta é forte violenta
Sei que percebeu que me desconcerta ,
Que eu perco o tino , meu juízo escapa
Quando , diz alo abre então um mundo. quando me abraça
Se é pecado ou não , nem quero saber
É maior que eu . é quem mandou o destino me trazer você
Me dar esse prazer se estou vivo então eu quero é viver quero ter você

preconceito

Preconceito (Davi Salles )



Preconceito de raça, de cor ,credo
Pelo branco preto amarelo
Ao meu ver sem nexo
Fazer julgamento, pelo simples pigmento da derme de um ser
Ou então pelas vestes ,que aparentam, um não ter
aquele que é simples,não tem necessidade de aparecer
As vezes tem mais condição que aquele que quer desfazer

Por isso antes de maldizer,prejulgar ofender
Procure conhecer .enxergar
não de deixe se levar pelo preconceito a toa
isso magoa, fere o peito de qualquer pessoa

os tempos de hoje tam separatistas.,
as classes são ,denominadas a , b e c parece alfabeto.uma cartilha
mais é processo ,que aparta humilha
as ricas famílias dos bairros ,nobres
,afastam suas filhas , dos homens das zonas mais pobres

é o preconceito que imprime no povo
revolta ,desgosto por isso que a falta de emprego , por não creditar seu valor
o empregador ,logo descartou, e o seu currículo nem avaliou
preconceituoso ,no lixo o atirou

quanta gente cega , deixam de crescer
por esse costume que se prolifera
acham que a beleza sempre ,Poe mesa
enganados estão ,e o seu negocio não prospera
quem esta mal vestido , logo é recebido com o sonoro não
a oportunidade que lhe foi negada
logo em sua vida daria uma guinada .

quanta ilusão , se achar melhor ,superior
por ser abastado.e não ter na conta um saldo devedor
quando agente morre , quando a vida acaba
todo que exala,e o mesmo fedor
todos apodrecem ,e não se leva nada
que se conquistou ,
fica aqui somente. os seus bens os entes
toda sua fortuna que acumulou

o tempo

O tempo




Se queres alguém conhecer
Só com tempo para você saber
Quem és a que veio
O que desejas e queres afinal de você

Querendo também esquecer
Alguma paixão, uma desilusão,
Um maltrato uma insensatez. Destrato
Só com tempo . e olha ele de novo outra vez

Só o tempo pode curar
Uma saudade ,um amor de verdade.
Pra sanar a vontade que invade
E assola o teu coração
Tudo na vida precisa de tempo
Para ser gerado pra crescer
Perceber se esta certo ou errado ou se tem a
Ilusão da razão
.
Segundos.minutos ,horas
Dias, meses, e anos ,
Heras, séculos ,milênios
Um no outro se encaixando gradativos ordenados Parecem palavras Mais é do tempo que ainda estou falando
Tempo bom ,tempo ruim há bons tempos
Quando sevem a memória da gente
o que nos deixou contente.Feliz a algum tempo atrás .
fica na lembrança presente
Pois o tempo que passou
Não retornara jamais

o sol e alua

O sol e alua




À noite o sol se despede
Deixando o lugar para ela
Que chega vestida de branco, majestosa reluzente.
Rainha de todo encanto
No céu tão formosa esfera

Grande mãe, matriarca, que vigia, e protege, as estrelas.
Que inspira qualquer menestrel
Que bom em uma noite de lua
Ter teu beijo doce feito mel

Luz prateada iluminando o mar
Nos dias em que ela esta cheia.
Nova minguante. crescente nova
Seja Maré vazante sei lá, maré cheia.

Talvez possa intervir. No canto de uma sereia
No comportamento de alguém, na rota de um pescador.
Na trova de um cantador
Ate tua luz adornar, na areia, momentos de amor.
As ondas que vão e que vem
Revelam segredo nenhum
Mistérios quem são alem, da terra, do ar, e do fogo.
Do cosmos do nosso universo, não são de ninguém.

O sol, nunca encontra a lua.
Aos meus olhos é o que parece
Pois deve ser uma tortura um sofrimento sem cura
Se a lua tiver pelo sol.
Qualquer sentimento profundo um fiasco de ternura
Um envolvimento fatal, mais parece que andam é de mal.

Pois quando ele se vai, ela acorda.
E quando ela deita ele vem
Esse amor de astros celestes
Eu digo com toda pureza. Não o desejaria a ninguém

poligamia

Poligamia




Poligamia, excesso de amores uma certa mania
Um vicio diria. sinônimo de orgia
Pra não dizer pútaria pornografia
O oriente cultua esse costume
O macho se embrenha, em vários perfumes
Simultaneamente, varias mulheres

Uma pra cada dia . ou varias na mesma noite
Nas terras tupiniquins, muitos também a fins
Usam dessa luxuria
Mais temem dos conjugues o açoite a fúria
Se ato vier a tona, ouvimos sua lamuria
Ai a bomba detona, deságua o seu respeito
A imagem de homem perfeito
Guloso ,libidinoso , promiscuo comportamento
Que duram alguns momentos, destroem um vida inteira
Desaba o casamento

Traição não é brincadeira perdoa –se a primeira
Se a pratica for corriqueira , separação se mostra logo a beira
A Estrela do episodio, é o ódio, a magoa a birra
Quem ama jamais divide Aquele quem admira .


Tem gente que não consegue, adotar a fidelidade
Como uma normalidade, vivendo seu dia a dia
Se vale nessa mania a tal da poligamia

Possível o amor bi lateral paralelo ?
gostar do azul ,amar o amarelo simultâneo esse mesmo elo
Dividir o querer sincero
Separar paixão, atração do vicio carnal
Que Não se assemelha nem se aproxima . do sentimento real
Se existe uma entrega total .doação integral uma sintonia perfeita
Química igual
a Uma só pessoa entregue, sua energia, o sem melhor
Nada dessa ilusão nada\ de poligamia

pensamentos

Pensamentos ( Davi Salles ) 07 / 04/ 2005



Pensamentos a prova contundente de que vivos estamos
Se existimos, tão logo pensamos
São formas imagens , bobagens .verdades viagens
Desejos, saudades , vontades
Planos secretos , insanos decentes profanos discretos

Um ato inerente aos seres humanos, o pensar
Pensamentos bons , maus
Pensamentos nobres de fulanas de tal
Pensa quem e rico ,pensa quem é podre
Pensa quem e feio , pensa quem é bonito
O pensamento e seu, o meu pensamento nosso
Penso no que vejo, penso no que eu creio
No que gosto

O pensar instrui ,evolui ensina educa, cutuca te acorda
Te eleva conduz abre a porta traz a luz
Te alerta provoca ,quem pensa
Não existe uma só mente, que mesmo ,triste ou contente, não se renda ao ato
Acho inconcebível, cabeça vazia será mesmo fato ?

será mesmo feito, acho que é defeito,
Algum homem são não pensar em nada não acho direito


Impossível não caberia
Pensando o tempo vaga ,e a noite já virou dia
O pensador, filosofo, orador, escritor ,o poeta o repentista
Livres de fronteiras. nem amaras ,Se quer limites o universo basta
Pensamento abraça te acolhe se associa

Quem pensa viaja,encontra,se afasta projeta,realiza ,tem a receita
Tem ponto de vista, ponto de partida e chegada ,o dom da palavra
Oratória na vida só gloria

É o cientista ,o cantor ,jornalista , intelectual ,cineasta cronista,
Critico é ,imensa essa lista ,quem pensa esta vivo forte e otimista
Conhece ,a cultura muitas vezes a censura
o exílio a amargura ,por pensar de mais. por saber audaz
Vanguardista a frente do seu tempo,
o seu pensamento, sua filosofia, uma arma eu diria

Levara com sigo o saber bem dito
Pensamentos ricos, saber relevante ,que te faz gigante
um ser bem melhor ,tem a sapiência, induz a complacência
Serás maus humano, disso não me engano
Terás mais vivencia, o pensamento é um ima
Tem poder imenso, e por isso eu penso e faço essa rima

A paixão

A paixão (Davi Salles)



Encantamento momentâneo
Pode durar a vida inteira
Platônica, efêmera, fugaz, ou verdadeira.
Eterna ou passageira
Apaixonar-se pode se tornar comum
Se não tomares cuidado, qualquer motivo pode ser mais um.
Um olhar, uma palavra amiga , você sempre corre o risco
É um perfume, um sorriso, um jeito de falar um charme.
Um simples artifício, sempre uma armadilha, pra você se apaixonar

Um toque, um gesto de atenção.
Num momento de carência.Um mero aperto de mão
Um fiasco de tesão, ai é que mora o perigo. Balança-se o coração
Ela chega de mansinho, outras vezes mais parece um furacão.
Forte. Poderosa. Devastando tudo em volta.
Ate mesmo Sua antiga relação

O que somente era um flerte, uma simples aventura
Transforma-se em emoção, por vezes obsessão
O sintoma da saudade , é o primeiro que aparece
E quando isso acontece, agente não esquece
realmente é paixão.
Lateja dentro da gente, como o sangue corre nas veias
Nos tomando corpo e mente, se laçado em sua teia
E pra isso não tem remédio , é um mal que não se tem a cura
Se transforma em loucura, cai por terra a doçura
Sai de cena a ternura, e o ciúme é quem perdura

A paixão não tem idade. mora em qualquer cidade
não tem cor nem endereço . mais as vezes tem seu preço.
cada um sabe qual é .
Da em homem em criança,
ancião, adolescente, na menina e na mulher
Quem é rico quem é podre, feio ou bonito
Mesmo quem aqui não foi citado,
um dia já esteve apaixonado
ou foi contaminado sabe bem como é que é

Emoção a flor da pele, pensamento viajando
O tempo todo chamando, todo tempo desejando
Conta as horas e segundos, pra quem ama encontrar
e em seus braços se atirar ,
á assim se estar amando quem mandou se apaixonar ?

olhos

Olhos (Davi Salles)



Os olhos tem cores diversas
Expressões diferentes.
olhando nos olhos fazemos promessas
Dizem são as janelas da alma da gente
Brilham como estrelas cadentes
Revelam uma emoção mais pura
Um desejo latente, paixão fissura, agonia ternura

palavras podem camuflar , sentimentos
Omitir maquiar .desafetos sofrimentos insucesso

Mais basta se olhar bem nos olhos, em fração de segundos
Ira com a verdade se deparar
um rel culpado, mesmo que se negue a falar
a confissão muitas vezes grita no fundo do seu olhar
a força de um olhar ,atrai, seduz, e conquista
encanta , apaixona,enfeitiça,desperta ganância,cobiça
dizem os antigos que mal olhado pode ate matar

feliz de quem abre seus olhos, e a luz do dia pode apreciar
tanta magia vem a contemplar
percebe que Deus, foi engenheiro, arquiteto, servente e pedreiro
projetando esse mundo,inteiro pra tanta beleza ofertar

há olhos azuis como o céu infinito celestial
verdes como as esmeraldas ,as matas, e as florestas
negros como as noites sombrias meigos , serenos , amenos
vermelhos , tingidos ,alterados alguns por terem chorado
outros foram envenenados
pólo ódio. ou a droga
olho grande . olhos abertos olhos fechados
olho vivo.olho morto ,ou transplantados
por eles vemos o que queremos
e muitas das vezes o que nem desejamos
ou merecemos enxergar

fingimos não ver,o que não interessa
ou o que não temos pressa .em resolver, aprender
entender , decifrar, dissecar .conhecer
Vertentes do olhar ,mistérios segredos eterno vigiar

olhos tem cores,olhos tem vida,olhos tem Dolores
íris, pupila ,globo ocular ,miopia ,astigmatismo .
chora, remela,revela esconde, responde sem uma só frase pronunciar
seduz . tem força o olhar
tem brilho .o magnetismo de quem quer amar
de quem esta amando, salta aos olhos por fim se entregando revelando
o estado de espírito ,a felicidade a maldade
a intenção verdadeira ,o propósito a maneira
Que alguém quer te tratar

presente

Presente

Como um presente assim te denomino
Tenho Essa idéia acordado dormindo
Parece que te esperava, por isso que te encontrei
A paz que nos rodeia, é fruto do nosso amor
É tudo que eu sonhei
Tranqüilo maduro, não fica em cima do muro
Nada mais o freia, Por isso que perdurou

Revela uma alegria que salta aos olhos do mundo
O cupido nos flechou mirou acertou de jeito
O tiro preciso incisivo perfeito,
Sou marco de um novo tempo simbiose de alegria

No inicio a provação, intuía minha missão
Tornar leve seu corpo, sua alma Sua vibração
Um dia sobre o meu teto
Provei todo meu afeto,mostrei que o alem tem força
Não esqueça disso viu moça

O fácil logo se vai , conosco foi algo a mais
ainda é pertinente , o fogo que queima agente
forte é aparente a força que nos ligou.
o toque que nos tocou
No beijo que me beijou, meu corpo por ti chamou.
E hoje ainda te chama , devoro você na cama
Invado seu corpo e mente, penetro viril seu ventre

Seu sexo úmido quente, Volúpia se faz presente
Um clima pornô com classe
bacana esse entrelace gostoso firme arrocho
prazer Exposto em seu rosto

pulsante agüenta firme Minha fome ignorante
que adentra sem bater na porta
Então quando você goza , dispara seus batimentos
Confirma seus sentimentos , e chora em alguns momentos

Devastei sua indecisão, despertei um vulcão.
Que andava adormecido,agora incandescido na eterna erupção
já não esta mais sozinha , agora você é minha
Me disse que em sua vida fui como um furação
Depois de dormir comigo, descobristes a paixão
Intumesce o meu desejo, alegro –me quando te vejo
És hoje toda razão dos meus largos sorrisos
De todos os meus motivos , Presente permitido pelo pai da criação

o prazer

o prazer



É um mundo vasto pessoal
Abrange milhões d e aspectos
Desencadeando protestos ,manifestos questionamentos
Dos inquietos
São raros constantes , breves o prazer esta nas coisas mais
Simples em gostos sofisticados .nos sonhos possíveis
E nos mais incríveis o prazer esta associado

Tem gente que o sente ao olhar para o céu
Ao Contemplar os astros , outros degustando um bom vinho
Se afogando nos livros , ou simplesmente estando sozinho
em busca de ter mais cultura , ser um ser mais sábio
Também é uma forma muito prazerosa já os mais falantes
Do dialogo são amantes dos debates da boa prosa

Tem a culinária, a gastronomia sabores aromas receitas
Misturas perfeitas, mais conheço
quem tenha prazer ate mesmo quando se deita e desfruta do sono profundo é o prazer como disse é um mundo

O prazer do gozo o lado mais carnal
Tem que ter um parceiro ,o sexo oposto ou do sexo igual
Não se espante Hoje e tão normal , são questões do âmbito sexual
Prazer sempre tem seus mistérios segredos
Adultérios temperos , fetiches ou uma fantasia
É a chave para algum desbloqueio e orgasmo assim se anuncia

Tem os mais singelos, os colecionadores .de antiguidades
Movem o passado, preservando a historia e as suas memórias
Dessa forma preenchem suas vidas como podem ver
Tudo que faz com afinco ,Por amor ou às vezes por necessidade se não for nocivo a sociedade será um prazer isso é verdade

o matuto

O matuto

Matuto caipira, pitando seu cigarro de palha .
O galo no quintal cantando suas vaquinhas do pasto ruminando
Vem mais um dia raiando

Logo Calça sua botina,
Monta no cavalo ligeiro, e ruma pro o celeiro pega sua tralhas
O arado os canzis, apetrechos dessa lida que te faz feliz.
No roçado cavucando a terra semeia o pão
Com a inchada nas mãos

Um sabia cantador. num pe de ingá pousou
Seu canto forte mostrou, parecia ate um show
Para um somente espectador .
A majestade dos passarinhos, por ali deve ter feito o seu ninho
Para a alegria desse lavrador, que todo dia bem cedinho
Tinha o prazer e o contentamento de apreciar esse momento
O recital a cantoria , já se fazia tão normal

Mais logo da meio dia, bastou olhar pra riba
E matuto com certeza já sabia
era hora da bóia de dona Maria


/ Morena de sorriso largo .formosa , numa quermesse o matuto conheceu
logo a paixão se sucedeu e nunca mais dela ele se esqueceu
numa vaquejada, um belo dia no nada ela reapareceu,
matuto tempo então não perdeu
rumou pra casa dela,com seu terno amarelado. uma flor de laranjeira
seu discurso ensaiado
e o pai da moça sua mão logo lhe concedeu
o casório na capela, a festança lá no rancho
muita comida na panela
o pessoal na comilança, e forro varou o dia
muita festa muita dança
o matuto e a cabrocha era só alegria

o matuto volta pro seu ranchinho pros braços do seu amor
Seu cachorro ligeiro,um velho perdigueiro ,com muita festa a receber nosso caipira e sempre o primeiro , ao chagar na porteira da bóia já sente o cheiro
Lava o rosto,as mãos Calejadas, Maria sorrindo lá no portão
Já esperava toda perfumada

Na mesa farta .tem macaxeira . tem galinhada e feijão
O matuto come com gosto o tempero da sua paixão
depois da cesta na sua rede ele volta para a plantação
labuta sozinho Pois seus meninos tão na cidade tudo num bom caminho
De analfabeto ninguém vai chamar
Ta tudo estudando pra ser doutorar


É assim a semana inteira,mais sábado e dia de feira
e dia de Vender o queijo, o leite tudo que na propriedade da
A carroça cheia Maria do seu ladinho e os dois cantando pelos caminhos
Hoje vai ver os compadres .tomar uma branquinha
Contar os causos, ver briga de galo na rinha
Montar a barraca lá na pracinha
Com a produção, comprou fogão ,que antigamente era a lenha
Geladeira ,e televisão , Maria fica com a filharada,
Na sala vendo novela e os artista bonitão
e nas meninas desperta logo a prosa namoro e de paixão
E o matuto na sua rede,olhando o céu todo estrelado
,parece ate que foi pintado Por um artista renomado
.tanta beleza .tanto encanto . se ouve da cachoeira seu canto

aqui a vida é sem correria ele se faz pescaria
enche o peito de ar puro todo dia
sem o progresso sem agonia
Nada te falta nada ele almeja , tem uma saúde que é uma beleza
Três filhos lindos que Deus mandou,
E o privilegio de se alimentar com tudo que ele plantou

o mar de dor

Desejo pedido pro mar . Conversando e olhando pro mar pedi um amor , alguém pra cuidar curar e ser curado cuidado por alguém também abandonado , mistérios de uma mulher que já quer ser o dono o dono , do sentimento de fazer brilhar os momentos rompimentos são como as ondas do mar as que vão levam as coisas doloridas as que vem iram sarar as suas feridas Luciana eu vi a paixão bem no seu olhar no seu coração alma linda banhada na sofreguidão mas .sou o par perfeito diferente daquele que te fez chorar , estou em algum lugar sou príncipe que vera sua fotografia e perdera o sono esperando pra segurar a sua mão abre as portas do seu peito e morar e te amar te amar te amar não deixe sua luz apagar por quem não te merece Luciana , esta nesse verso que será quiça uma canção meu desejo do seu beijo desse seu olhar tão lindo ,,sai desse labirinto e terás o sol brilhando infinito acende de novo esse seu sorriso . Converso com o mar pra te encontrar quando estiver pronta novamente pra olhar pra frente seguir e sorrir e tudo será diferente ..

Jesus

Jesus
.
É tudo que alguém pode ter , a força que nos faz crescer.
Nele penso, a todo momento , ao abrir meus olhos ao amanhecer
A tarde, ao anoitecer .é a luz , uma flor sem espinho
Esta num gesto de amor de carinho
No verso que hoje compus, ao reto sempre conduz
o caminho é sempre Jésus

basta olhar ao redor e veras ,
Maravilhas que ele criou
E sem nada em troca pedir nos ofertou
O pão, que nos vem sempre à mesa, o mar de tamanha beleza.
O céu, que acolhe as estrelas
A riqueza da fauna, e da flora, o ar que nos revigora
A bondade da mãe natureza

a chuva ,pra molhar o chão
O sol, que aquece teu frio, a água que nasce no rio
o peixe, na ponta do arpão. O trigo pra fazer o pão
Jesus esta em tudo isso ,pois ele é o criador
Deixou aqui o compromisso De se propagar teu amor
No dia o homem profano injustamente o crucificou

Jesus esta sempre nas festas
Nos leitos dos hospitais
Na mente dos homens normais
Também nas dos que são dementes

Jesus esta sempre com agente. não te abandona jamais
Estejas aonde estiver use e abuse da fé Terá sempre sua presença
sempre sua lembrança,no sorriso de uma criança
nas fraqueza de um ancião na força de uma canção
é o poderoso é o pai repito e não és em vão

Jesus é amola do mundo e dele não esqueço um segundo
Trago ele sempre comigo é a luz a verdade é um amigo
que posso contar a qualquer hora basta elevar o pensamento
abrir a porta da alma e a tristeza logo vai se embora
logo seu amor me acalma, tudo se faz tão perfeito
Por isso com ele eu acordo por isso com ele me deito

religião

Religião ( Davi Salles )


Religião entendo e concebo como uma porta aberta
Um horizonte .largo que nos que liberta
libertação ,não um cárcere privado
Como uma prisão,onde tudo se condena
tudo se reprova,será que vale a pena ?

Tem quer ser dizimista fiel
caso contrario ,não entraras no céu
Amargaras o fel não terás o mel

Deus seria assim esse ser cruel.?
que avalia a fé pela sua condição ?
ou conta bancaria, o o tamanho da sua doação
sua mansão ?
De um filho ávido. de um pecador.
o sacrifício externado sempre em espécie em grana
um certo valor, que coisa sacana insana ,
extorquir,induzir a oferta. do que nem se tem
Do que não se pode ofertar ,
são falsos profetas, se dizem pastores
e implantando o medo, não poupam ninguém
Querendo dinheiro. do humilde, do rico de você também

Tanta apologia ao anjo malvado
o famoso diabo , satanás exu
Tantas entidades ,dizem são demônios
são malditos ultrajados xingados
Mais pra mim espíritos .se inferiores
tem que ser tratados, tem que ser curados
com luz oração, para se libertarem
Do seu ódio cego , do rancor malvado
da ignorância da obsessão levar a tolerância
é com esclarecimento, com palavras brandas com a voz macia
com perdão com amor
libertar a dor, e mostrar que hoje ao mundo físico
já não mais pertencem estão em outro plano,
outra condição outra vibração
seja lá qual for Sua religião
Deus é um somente, onipotente o pai de todos, da umbanda ,do espiritismo
do cristianismo, do protestante do guandy
Do papa, do bispo,.do padre,do cristo
ate do ateu,que renega a fé. na hora da dor em sua aflição
ele chama o diabo ?ou o filho de Deus
que por nos um dia foi crucificado

O que vejo hoje,é uma guerra fria
de audiência. De espaço comercio estampado
na televisão, no radio todos veículos, canais de difusão
tanta vaidade uma heresia
Milhões de igrejas, monumentais ,templos majestosos
Suntuosos de mais , mármore ,granito grandes quantias
um luxo que por Jesus cristo foi visto jamais um dia

O pacificador ao nascer, foi numa manjedoura,
Na simplicidade ,não precisou de nada disso
Na humildade ,chegou ao mundo e iluminou a terra em só segundo

.aos seus apóstolos,pediu a renuncia
de toda riqueza,da ostentação Só a nobreza , o caráter,firmeza.
só confiança, bem, aventuranças somente esperança e devoção
Por que hoje, sinônimo de fé é traduzido em milhão ?
Céu ou inferno,és a questão ,será que existe a distinção
o qualificado ,mais afortunado
será abençoado, iras ao céu . o desprovido de um castelo.
de um carro belo,terás o inferno a Condenação ,?
Vera s a face do anjo feio,o tal chifrudo das profundezas,do purgatório
aqui se faz aqui se paga,você escolhe tem o arbítrio tem o poder,e bem simplório
só faça o bem,só pense o bom,e nesse tom tudo esta zen
sem desfazer ,sem humilhar. Ou Pisar ninguém
.se igreja você não tem sem importância
sem relevância,chame por ele para chegar a Deus
jamais há distancia

Traição

Traição

Traição é uma facada, aguda afiada
No final da estrada a decepção
Vem de onde menos se espera
De quem você ama venera
Daquele,ou daquela , vem de amores amantes,maridos paqueras

Se sentir traído já aconteceu comigo e contigo
Vem de amigo, inimigo declarado escondidos
Causa estranheza , não reconhecer essa pessoa
quando ela te trai quando te magoa
E depois pergunta você me perdoa ?

Delicado o tema isso é um problema
Toda a questão e a relatividade personalidades são tão variáveis
cada coração lida de um jeito com a traição
uns fazem alarde ,gritam adoecem
Outros simplesmente desse ser se esquece

O que existia de bom e foi vivido
Por conta do atrito, será apagado na visão do traído
cremos e dizemos , ninguém merece mais é ávida é dura
e sempre acontece ,
o sentimento de ser idiota por ter sido amigo
ter aberto aporta , abaixado aguarda e ter recebido a rasteira pelas costas

o que não me serve eu logo me desfaço
jogo fora entrego ao tempo e descarto
eu nem tentaria , gastar minha energia, pra achar um motivo que talvez justificaria
seu ato sua covardia de vir a minha mesa, se dizer um irmão
beber do meu vinho comer do meu pão

traidor tem nome , Judas traiu Jesus a mando de satanás
na sua bondade disse eles não sabem o que fazem
quem fez comigo , fez já não o fará jamais
a face da falsidade reconheço, com autoridade
eu tenho facilidade em sentir o cheiro da maldade , eu sei o seu endereço
as vezes já vem de berço, a conduta reprovativa
Eu já paguei o preço passei por isso na vida

homem apaixonado

homem apaixonado



Um homem apaixonado
Tem o privilegio de esbarrar todos os dias
Com a magia e o encantamento
Desfrutar desse sentimento
Ficar bobo de alegria, ver em tudo poesia.
Passa longe, do seu pensar
tudo que não possa vim a rimar com o verbo amar
sintonizado nessa freqüência
de contentamento dessa experiência o brilho salta ao seu olhar
que insiste em contagiar
teu espírito inundado ,encharcado de paixão

respinga pelos caminhos
em cada passo a firmeza dessa emoção se destaca no meio da multidão
encurtando a distancia entre a dor e a solidão
o amor te renovou
que bom não ser mais sozinho
se livrou dos espinhos hoje é regado a carinho
solitude só por opção

o homem apaixonado se imuniza do medo
sai do beco da indecisão, abre seu coração
se lança é ousado destemido atrevido
exerce a sua libido
fica solto, ligado plantado enraizado liberto
voa ecoa percebe ,sensível ,mudado
assim é o homem apaixonado
Torna-se outra pessoa atento ,tentado ,laçado ri a toa fala sozinho fala com o mundo releva perdoa

O que somos sem o amor

O que somos sem o amor



O que somos sem o amor ?
Um papel em branco , um passaro sem seu canto
O dia sem a luz do sol, a noite sem o luar
O peixe sem o mar
O que somos sem o amor ?
Um beijo sem emoção um parto sem dor
As ovelhas sem o pastor, o rio de janeiro sem o cristo redentor
Lacerda Sem elevador, o olodum sem o seu tambor

Dezembro sem o natal fevereiro sem carnaval
Um time sem a torcida , a morte sem despedida
Desejo sem ereção, sexo sem tesão.
Lagrimas sem comoção

Comida sem apetite , bardoor sem brejite
A musica sem harmonia, sem ritmo ou melodia
Paixão sem disritmia ,desejo sem ousadia
Amado sem Jorge escritor , o bom fim sem o nosso senhor
Assim somos nos sem o amor

Literatura sem alfabeto , o errado sem o certo
Alegria sem a tristeza a duvida sem a certeza
O lar sem um teto

Sem amor não temos piedade, não enxergamos alem da vaidade
O egoísmo nos toma , nos absorve nos invade .
nos privando ate da saudade, se nos poda a sensibilidade
sem amor como ter compaixão. dos que sofrem
Dos que dormem no chão, ao relento na chuva no vento
nas calçadas, a mercê do tempo,
rotos em pedaços de papelão

Sem amor como gerar um filho. nove meses de espera
E á vida no ventre brotando , e um ser logo estará chegando
Com seu choro forte pra quebrar o silencio,
ser amado com o amor imenso
Terás o peito cheio de alimento , braços abertos sedentos
De tantos que esperavam esse grande momento

Sem amor não existe o perdão, pra libertar o rancor.
sentimentos que corroem ,.machucam , destroem
só fazem doer nosso coração
o amor para o homem esta para essa comparação
É a camisa sem o botão , como a orquestra sem maestro
Revolução sem protesto , como o espaço sem asteróides
As galáxias sem os planetas ,jerico sem sua trombeta
A mulher sem a beleza ,a fé sem a certeza
A humanidade sem natureza,majestade sem sua alteza

A amizade sem a confiança
a inocência sem a criança
Um instrumento sem ressonância,a tela sem o pincel
A trova sem menestrel,a abelha sem o doce mel
Sem amor tudo e vazio,estarás sempre com frio
Sem horizontes perspectivas .sem esperança sem desafio

O que somos sem o amor um jardim sem flor
A prece sem o louvor,a inspiração sem criatividade
Solidão sem saudade,o morro sem o samba
O sucesso sem a fama ,
Casamento sem cama fogo sem a chama
O mangue sem a lama,recife sem o frevo
Rodeio sem peão violeiro sem a viola
Mandrac sem a cartola

Sem amor não há sentimento ,que resista ao tempo
A rotina ,a vida real , as ,diferenças ,as brigas de qualquer casal
Sem tua presença ,será tão comum um novo dia ser mais um
Será tão banal, sem brilho, sem sal,
Sem luz, apenas normal.

Meu lado animal

Meu lado animal


Por puro instinto, por ser um varão
Pressão social, ser o macho, machão
mito cultural. Quis e exerci o meu lado animal
Dizer não a uma fêmea jamais
que blasfêmia , ao mundo masculino
seria eu banido , criticado ultrajado, diminuído

assim em muitos leitos dormi
Despertei amanheci ,acordei para alguns jamais retornei
raízes não finquei , muitas bocas beijei
dos mais variados tipos eu provei
Sem amor nem pensei, se algum sentimento ,eu alimentava
Esperanças plantava , filhos sei não gerei
a mim mesmo enganei ,muito tempo perdi
entretanto cresci , amadureci me plantei experiência ganhei

Não percebia que nessa busca voraz
que o buscado,muitas vezes não se traz
o que me movia, era o sabor da conquista
o desafio o ser machista ,oportunista . sinceramente desenvolvia a cobiça
era mulher ,submissa, feminista ,advogada medica artista
historias , diversas de loiras ,morenas
negras, mulatas do oriente ocidente. qualquer continente
solteiras, casadas, devassas carentes
Corpos bonitos , belos sorrisos ficaram pra traz.de nada restou
Pois nada sobrou , na grande maioria , e da minoria
Algum laço estreito.respeito amizade ou alguma saudade
De algumas fulanas que eram boas de cama
Que um dia me amou


Safadas, sacanas, ligadas a fama
,ligadas ao corpo que cuido .trato esse retrato
eu atraia dele me valia ,na praia na rua,no transito em festas
E logo ao meu lado estavam despidas,completamente abertas
Escancaradas , libertas
Entregue ,ligadas conectadas .a minha sintonia
na orgia ao pecado gostoso
Pra muitos maldoso.mais muito praticado o ato do gozo

Todo mundo fala condena aponta
Mais não é da sua conta, onde meu membro adentra
Ou quanto ele agüenta,satisfaz a loba cheia de desejos
Adolescente curiosa, pimenta ,repleta de medos anseios sedenta s
A madura vivida sem rodeios disposta a viver sem se arrepender
Mostrava a que veio


Olhares ,deprimidos,desejo enrustidos
longe dos olhos de seus maridos
Culpados seriam por darem espaço
a infidelidade , o preço que pagam
Pela ausência e falência da sua união, não atenciosos ao conjugue ao seu par
Vitimas da rotina ,a famosa, vilã a malvada. quase sempre citada
Como o ponto de partida, do desgaste , da relação saturada
já sem emoção ,atrai o adultério ,segredo mistério vem a calhar

Universo feminino, vaidades sempre as mesmas
Unhas, cabelos ,peles regimes ,tudo em busca da beleza
Tem a falsa amiga ,que tudo critica
Em tudo ela opina,a passar incerteza
A invejosa , maldita coitada é uma encalhada enjeitada
Ninguém te deseja

Sem esquecer o ciúme elemento de costume
se dosado um tempero
Se virar desespero .é mexer num vespeiro
E correr pro fracasso fiasco
Desata os laços ,estraga os momentos
Sentimento horrendo ,pobre e mesquinho, violento
,porque não dizer que e assassino
se cruzar teu destino. feche a sua porta fuja desse veneno
Nào deixe que faça morada
não queira esse mal companheiro se aproxime do seu conviver
Não o tenha como inquilino morando dentro de você

Meu lado animal . seduzia usava descartava
muitas nem atendia depois de ter feito o que
bem queria ,e para outra vitima logo partia
era assim ,um tarado , safado .um galinha
Com o tempo tive que aprender um homem se mede pelo seu poder
Quando ele conquista,todos os dias,não varias mulheres mais a mesma
Dia a pos dia Com quem ele partilha a vida a sua alegria
O conquistador .dom ruam sedutor, sempre acaba sozinho
Ou acorda a tempo,de não ser mais sedento
Não viver momentos mais se plantar no ninho

Meu lado b

Meu lado b


Meu lado b meu verso
Meu avesso a outra visão
Outra maneira de imprimir, minha definição
Nas linhas do meu caminho, sempre de mão dadas com a emoção.
Descubro um mundo novo, me toma tamanha admiração
Às vezes me desconheço por vezes nessa aptidão

O tempo não me diz nada, se e tarde ou muito cedo
Se a chuva deixou aterra molhada, se a noite conduz ao medo.
Se quem amo tem algum segredo

Se a roupa já enxugou, no fundo meu quintal.
Se o gás já se acabou, escrevendo aqui estou
Exercício intelectual

Vejo alem da minha janela, o quadro que pinto é tão amplo.
Tem a ver com o meu canto, com meu santo
Pode ate causar espanto

minha fé que não abro mão, é a minha de propulsão
pra cima , sempre pro alto, me atiro nesse meu palco
Ativo a imaginação, fértil, cheia de vazão valores, cores
Vejo flores, meu lema é persuadir,
mostrar pra que vim aqui.
ser firme no meu propósito, o ócio não me seduz
já fui tenho que seguir, guiado por essa luz
não fumo nenhum cigarro
meu corpo é minha igreja, minha alma minha beleza
família minha riqueza, dirijo meu próprio carro
comida eu ponho a mesa

o amor é a parte nobre, da vida e da missão paixão
da busca pelo encaixe ,sossego do coração
me abra, me vasculhe, procure o que tem fome
me ensine a ser seu homem, explique mencione
de códigos diga o seu nome, de pistas seu telefone
conquiste-me busque- me tome .

luz do meu olhar

A luz do meu olhar





Quando a luz do meu olhar se apagar
E Minhas pálpebras não mais agüentarem se juntarem
vou te encontrar nos meus sonhos

Quando meu corpo cansado se deita
O meu pensamento na sua sintonia se deleita
E mesmo dormindo meu sorriso ainda existe
E Uma paz que persiste , quando conecto a minha alma
A Sua imagem perfeita
Foste por mim eleita , e pelo acaso da vida
Me curaste uma ferida que em fim cicatriza
Tem o remédio a receita

quando se vai leva um pedaço de mim
e um seu igualmente também fica aqui
a saudade no quadrado do quarto
no lençol tem vestígio do amor
tem o suor respingou , seu perfume ficou
seu registro, o teu cheiro seu olhar brejeiro
sou presa fácil em seu laço porque tanto te admiro
Fera domesticada a vela do meu saveiro te amarei de janeiro a janeiro

corruptos

Corruptos



Peritos em fazer promessas são bons de conversa
Falantes ,gestos fortes convincentes
Enganadores de ignorantes
Larápios diplomados colarinhos engomados
Só os nomes são diferentes
Um proceder que envergonha , e nos deixa com cara de pamonha
É o mesmo nessa gente


Engravatados parlamentares, imunizados contra a justiça
Sua vida publica é uma carniça
Desconhecem a honestidade ,é triste mais é a pura verdade
Tiram o básico dos carentes
Negam veementemente, tudo que fazem de mal normalmente

Flagelo da sociedade, são o câncer maligno da nação
Não tem visão socialista ,egoístas elitistas
Criminosos porque não dizer ladrão
Nos cofres públicos no dinheiro do povo
Vivem metendo a mão, pra engordar suas contas
Decorar com luxo Requinte , o seu castelo sua mansão
Desfilar com seu novo carrão

na favela o pobre carente nos barracos de papelão
corrupto viaja de primeira classe alguns com seu próprio avião
e o trabalhador de metro ,lotação mofando nas filas homéricas
depois e antes do batente em pé na estação
filho de corrupto estuda no exterior, longe dos povo dessa gente
que ele tanto roubou
o filho do pobre procurou matricula mas não encontrou

na sua campanha .a promessa foi feita deu sua palavra
firmou o seu compromisso com a educação
a verba destinada foi desviada para sua ostentação
pro seu bel prazer satisfação
filho de uma mãe que não tem a culpa
pelo seu desvio de caráter sua conduta
Por isso não digo que é um filho da puta

magoa

Mágoa ( Davi Salles )


A mágoa marca
Como um sinal na relação
Esfria, adormece o romance, anestesia a paixão
Desfaz todo encanto, o respeito, a admiração
Na cama, na intimidade
O que era inteiro e verdadeiro se fragmenta, vira só metade
O espontâneo se transforma em obrigação

Já não há espaço para saudade
Já não dispara mais seu coração
No dia a dia, só cobrança, o orgulho paira sobre ambiente
Quando a gente não se patrulha
Não mensura o que irá dizer, ofende e ecoa nossa lamúria
Então congela o que era quente

A mágoa expulsa a amizade
Ensandecido, tomado, profere o que por vezes jamais foi verdade
Aos quatro ventos, despeja seu veneno, agride, revida
E a mágoa fica, o magoado não te procura
Já não tem brilho, nem a doçura
Não te miras com antiga ternura
O coração da outra parte, uma vez mais foi abatido
Dividido, que amor é esse, malvado, bandido

Não dá ouvidos para a razão, se entregando á compulsão
E a mágoa tem mais um ponto, mais um troféu
Mais um recruta no seu quartel, maldita, habilidosa, com tanto fel
Pedir perdão, depois do feito, é ter a errônea sensação
Que tudo passou, tudo está bem, nada rompido, nada quebrou
Engano seu, o ressentimento silencioso
Está escondido, se o elo do seu amor se oxidou, já se rompeu, foi partido

A mágoa é um espinho, machuca, espeta
Ferida que vive aberta, não cicatriza, não estanca, não seca
Sangra, e se infecta, lateja pela lembrança
Incomoda, pesa na balança tanta cobrança
Extirpa a graça, o encantamento, fica doente o sentimento
O magoado não pisa forte no seu terreno, já não se entrega
Prefere às vezes ficar sozinho, distante, já não aceita o seu carinho

Cristal quebrado, estilhaçado
Seus pedacinhos foram colados, não tem mais jeito
É coração fragmentado, minha alusão a esse quadro
Comparação ao magoado
Quem não se liberta, do mal dizer, do ferir e do ofender
O abandono não tardarás a conhecer

A mágoa cega, não mais enxerga seu bem querer
Os predicados de quem ama você
Sou magoado, confesso, eis aqui o meu manifesto
Por muitas vezes fui tolerante
Passei por cima, fechei os olhos para o agravante
Virei a esquina, dei meu perdão, sem nada em troca, de coração
Me retirei, bati a porta, rumei por outra direção
Para não dizer o que não sentia e nem ouvir o que
Tanto na alma doía
Dei as costas, me privei de mais uma cena
Ser magoado não vale a pena

ciume

Ciúme ( Davi Salles )



Uma porta se fechou, um amor que pereceu
De repente tudo em volta, se turvou escureceu
Penumbra só breu uma ponte que caiu o caminho que se perdeu
já não importa ,esse sentimento que um dia foi meu e seu

a ancora do desamor o ciúme te escravizou dominou
não é tempero, e desespero
que me desculpe o dito popular ,essa crendice.
Ciúme é uma chatice tenho mesmo que contestar

não tem sabor, não da prazer, esse abstrato é muito chato
só diminui , só fragmenta,o sentimento
que com o tempo .vai definhando,se deteriorando
se envenenando, e se arrebenta vai embolando como polenta

ciúme rima perfume ,com lume
mais também com estrume
odeio esse tal senhor,abomino a sua presença
o tratarei com indiferença ,o meu desprezo, dispenso a ti
pois por sua causa vi minha paixão
meu tesão parti¬ _se ao meio se diluir

subtraindo, tudo de bom.a paz que eu tinha .o Von
O prazer de estar, ficar simplesmente gargalhar
Falar bobagens,cozinhar cuidar ,fazer amor
gozar sorrir sentir calor
chorar mais de alegria , ter fantasia. Realizar o dia a dia
ciúme é algo que infelizmente, muito conheço
azar ou sina ,será destino pois me acompanha desde menino
será que mereço ? eu pago o preço
provoca medo,desfaz o elo ,convida o feio. e expulsa o belo
por isso te odeio. não o quero .não te cultivo ,não te suporto
não gero , aborto ,te podo sempre e na raiz

pois os seus frutos, jamais eu quis
Já os provarei, é amargo eu sei
jamais irei ao seu encontro, maldito monstro ,assassino, devorador .
tens inveja o amor

a insegurança é sua arma .seu artifício,
maledicências ,inconseqüências .te levam ao abismo
amar sem medos é o melhor
esqueça dele o deixe o lá fora na rua , transforme o em pó

no nosso ninho na nossa cama, só carinho
só encaixe , entrega , doação delicias, só paixão
o ignore, não explore esse aleijão
não sintonize sua freqüência ,não o tenha como referencia
nem todos tem a paciência de suportar sua presença,
administrar as conseqüências
pois seu caminho leva a falência desunião

saia das grades,dessa prisão se libertando, amando só confiando
em ti em nos ,viva o momento enterre , sepulte tal sentimento
ciúme rima ate com perfume , mais também rima com estrume
Pra não citar algo mais nojento-eu vou parar já esta fedendo meu
Pensamento

beijo

Beijo (Davi Salles )


Um beijo Exprime desejo ou ternura
De língua, saliva mistura ,
Nem sempre se beija. Quem se tem amor
algumas vezes, por pura pressão
por mero costume, ou educação


mais beijo na boca, já é diferente
tem quer ter cuidado ,pois mexe com agente
as vezes num beijo, acontece tudo
um lance. um caso. Algo bem mais profundo
um grande amor, uma louca paixão
do beijo pra cama ,pode levar segundos ou não

ascende o fogo ,quando os lábios se afinam
boca com boca, sabe onde é que termina ?
começa na rua ,na porta de casa,no sinal fechado
dentro do carro , no sofá da sala, no banco da praça
no poste da esquina .beija menino, beija menina.
boca com boca, sabe onde é que termina ?

tem beijo no rosto, que é só de carinho
tem maldade não
tem o demorado e o rapidinho
o chamado de selinho
beijo na testa, exprime o respeito
o beijo na mão, bem mais antigo
tem beijo de Judas esse é um o perigo


beijo francês, beijo alemão
beijo marroquino, beijo de português
beijo comportado ou sensual
beijar é um ato comum, e mundial
quem beija esta vivo concorda comigo’?
Boca com boca atração fatal

As mãos

As mãos ( Davi Salles )



as mãos fabrica de gestos
A quem seja direto destro ,
Elas empunham , indicam maltratam
trabalham, desatam e atam
masturbam, excitam, procuram, tateiam ,penteiam
apontam. delatam
São os mapas da vida, par quem pode decifrar
Os segredos e mistérios
as linhas das mãos muito podem falar

a mão que castiga .e tira uma vida
é a mesma que cura, e sutura a ferida
a mão do doutor , curandeiro da dor
a que aperta o gatilho. acarinha um filho
Esmurra um bandido esgana agride o amor
mãos do agressor
derrubam as matas , outras plantam o trigo
o feijão e o milho r semeiam o pão mãos do lavrador

amassa a amassa, ergue troféus , conduz o pincel
entalha ,amola a navalha ,dedilha instrumentos mãos que dão esmola
escrevem cordel , dotadas de talentos, eternizam momentos

modelam o barro, , lapidam brilhantes
escrevem poemas , novelas , afagam os amantes
formulam sinais,.a linguagem mudos e surdos
sem elas não existiria a jamais

mãos que aplaudem o talento com satisfação
falsificam , criam, são abençoadas
mãos calejadas rotas ou bem tratadas
algumas condenadas mãos ,assassinas
mãos que envenenam dão bofetadas fazem carnificina

revela , personalidade. sua identidade
tem suas digitas, formas sem iguais
Únicas,
exclusivas dados pessoais.

o Arquiteto do mundo ( Davi Salles)

o Arquiteto do mundo ( Davi Salles)



Quem fez o mundo, foi perfeito.
Em tudo pensou Cada detalhe, que projetou
as estrelas o mar azul Tudo que nele colocou
O sol que clareia, aquece e mata o frio
Criou nascentes onde nascem os rios

o espaço , o universo ,o aço o diamante
O tempo e esse instante
O homem sábio, seres racionais e os animas
Mais hoje em dia,muitos se assemelham parecem que são iguais

Criou paises e os continentes
Idiomas diferentes, culturas , costumes
As belas flores,e seus perfumes
A natureza ,suas belezas, nos deu a terra o alimento
O dom do amor o sentimento

A chuva que nos traz vida Regando o solo plantações
Enchendo açudes , riachos e muitas e hoje em dia as avenidas
A nota musical, a melodia o alaúde
A doença e a saúde ,a tristeza e alegria
O homem bom o homem mal o inteligente o rude

Criou os anjos e satanás
A fé ,a esperança,e muito mais
A luz e escuridão a noite e o dia

As estações, primaveras, outonos ,invernos, verões
o certo e o errado,o simples e o complicado
Criou ,a fé religiões ,.moléculas átomos
A brisa, os furações, a fúria bruta dos vulcões
A liberdade dos passarinhos e os aviões

As palavras, o alfabeto, os dialetos
a medicina que traz a cura
A lucidez e a loucura, a ternura , o desafeto
Sabedoria inteligência ,a paz e a violência
A igualdade e as diferenças
Batam palmas para esse arquiteto

carnaval

Carnaval


Vestimos a fantasia , a exaustão da a alegria
Sinônimo de folia , libera-se o que te prendia
misturam–se as etnias é a pura democracia
é gente do bairro nobre , é pobre da periferia
pena que seja assim durante esses poucos dias
O rico e o proletário Pisando no mesmo chão
A musica que uni e liga , e a nova é antiga
O pobre e burguês que agita repetem o mesmo refrão
se esbarra com o mundo inteiro
Nos becos nas avenidas Se brinca com ou sem dinheiro

Carnaval tem esse poder , de unir de entreter
É festa que move o mundo , e todo o mundo quer ver
Onde nasce alguns amores , paixões sobre os tremores
que excedem os decibéis , canções nos auto falantes
essa energia gigante , que deixa calo nos pés
tem farda para essa festa ,mortalhas modernizadas
disputa acirrada , hoje é moeda corrente , muito valorizada
é o sonho de muita gente
são muitas caras pintadas e pálidas pelos excessos
aprendi que o carnaval alegra o universo
tem gente amarga perdas e outras fazem sucesso

O trio liquidificador , de ritmos e melodias
Com a força do gerador, perfeita essa microfonia
Essa eletricidade , balança toda cidade
As praças e os camarotes a um tempo atrás sacudia-se
A velha mamãe sacode
Nos blocos atrás das cordas paga e brinca quem pode
atraem as celebridades
Expões as suas verdades /despacham suas vaidades
Pra festa não tem idade , sexo regras ,padrão
O credo a sua linhagem , perante a sociedade
Não faz diferença não
Basta brincar direito ,sem esquecer o respeito
E os espírito de folião
Carnaval que festa mais louca, pega , pega quem passa
E tasca beijos na boca
Contagia ,é o povo que sai do asfalto decola, grita , pula bem alto
loucura ,exaltação, mudança de postura , é paz e tem momentos de loucura
Pierrôs e as colombinas Meninos e meninas
Desfilam sua formosura , Confetes e serpentinas .
Carnaval é o ano inteiro , itinerante e lucrativo festa que não termina

a palavra

A palavra (Davi Salles )


Que força que tem a palavra , quando dita ou escrita
se lançada ao seu ouvidor, ela é a arma do professor
do orador ,do vendedor ambulante , que esganiça sua voz e grita a todo instante
É o alicerce para a educação o link do fruto
soa vibrando aos quatro ventos , é semente da rima que brota nesse momento
Antes de exposta, graficamente oralmente já tinha sido composta
O que este escrito ou dito estava dentro. Do pensamento
A junção de silabas todo esse casamento

A palavra vive nas bocas e línguas
Nos idiomas, e nos dialetos, reverbera por muitos tetos
Quando sobre o papel se torna tão muda, se expostas ao olho de um analfabeto

tem gente que engana, com o dom de falar discurso perfeito
a persuadir , convence com um tom e te faz confiar
é o talento a força de ludibriar

Tem palavras doces que encantam as pessoas
algumas magoam , convidando o choro. e quantas tão profundas são ditas a toa
Com a palavra se fere mais também se perdoa
Emociona magoa

Se não fosse a palavra, o alfabeto seria um deserto
É a água da lagoa
como eu pediria pedir o que peço ?
ou diria não, para o que mais detesto
imagino o mundo sem essa fonética, sem a oração a veia poética
como eu estaria agora escrevendo? A palavra eu uso
E você nesse instante se envolvendo , lendo ,absorvendo soletrando e com elas vamos crescendo, palavra, literatura a soma é tão clara, é o rio uma enchente que deságua e abastece o celeiro a cede da cultura
Remete-nos a fartura nos Leva as alturas
A palavra liberta trás a cura
Sem ela o que seria da criatura

O poder da oração

O poder da oração



A oração nos Faz-nos entender que diante do pai somos tão pequenos
Lamentável é saber que muitos só praticam o ato
Quando já estão sofrendo

Ao passo que os sábios , vivem agradecendo
Pelo entendimento , desse poder que tem de nos proteger
Conter , e extirpar o mal sobre nossas vidas
Oração forte se estende a sua família Aos seus semelhantes
Orar é importante e deve ser constante.
tem um efeito poderoso gigante
A oração nos liberta , á uma alavanca para desafios
Nos consola, nos desvia do desvario
Nos aquece acalenta nos centra nos aquece numa noite de frio

Quem ora esta protegido , ungido de bênçãos de paz
enxerga e respeita, a grandeza do bem que ela faz
duvidar é um erro, é se lançar no abismo
rondaras sua porta sempre o inimigo
vai estar sozinho mesmo que se encontre no meio de uma multidão
estará vazia toda sua alma e o seu coração
não perceberas o seu semelhante
o olhar sofrido do seu irmão
um lamento uma boca faminta a espera de um pão

se oras tem uma janela aberta , terás mais visão
discernimento, para na hora certa, dizer sim ou não
sem orar só darás valor e enxergas o que é matéria o que é ilusão
oco , solto , desgarrado , suscetível a tentação
orar não ir a igreja .com o livro sagrado dizer que pertence a tal religião
é reconhecer que és só uma gota, é um grão de areia , perto do quem prostra
sempre seus joelhos para pedir o perdão

ore e seja sensível, a tudo a sua volta
olhe pra quem , chora ofereça a sua mão
gente é pra brilhar numa constelação
sem jamais ter que se humilhar passar privação
viva com abundancia mais sem ostentação

orai é vigiai nosso ego, o orgulho cego
o deslumbramento siga essa trilha
cultive a partilha

Quem me dera

Quem me dera



Quem dera, ver o mundo sem fome.
sem o fantasma, da sanguinária guerra.
na luta pelo poder ,o caráter se degenera
o homem insano ,assassino, desafia a natureza.
Devastando, a fauna e aflora, tirando toda sua riqueza .
Acabando com a tamanha beleza.


O mundo moderno é assim, vírus e drogas, estão por ai
Mais os avisos irei citar aqui ,
Terremotos, maremotos, ciclones, ainda estarão por vir .
a voz do nosso criador, insistem em não querer ouvir
Viciam crianças,carentes, envenenando ,seus corpos, e mentes,
Não são homens são animais,
E muitos já com seus rebentos ,se fossem homens de verdade isso não fariam jamais
Não sei como esse eles conseguem
Subornar corromper Controlam e molham a mão .
Vestígios da corrupção ,
Essa praga esse flagelo, que destrói e assola a nação.
Afeta um pais inteiro, tão rico com tanto dinheiro
Esse o o povo brasileiro que vive a passar privação .

Morando em submundos, favelas,nos morros da vida,
Se esquivando de balas perdidas ,pra muitos e tudo que resta
e a lida dessa minha gente. Sofrida carente sobreviver é difícil
Do lado do ramo do vicio, fazer vista grossa é o exercício sua vida é suor e sacrifício , corre que o bicho ta pegando, se manda que a chapa ta quente , no chão mais um corpo inocente e quando será diferente , da arma descarregou-se mais um pente errada foi a direção mal gasta essa munição ,e quem paga essa vida que foi embora em vão
A dor dos seus entes , a brecha a saudade a revolta que invade pela dor da partida nesse nosso irmão

Quilombo

Quilombo (Davi Salles)


O Quilombo era um Símbolo da resistência
Lá se refugiavam, vitimas das mais variadas violências
Do trabalho escravo, dos maus tratos, do fardo dooficio pesado
Do tronco do acoite .dos ferros dos pelourinhos

Nos engenhos dos senhorzinhos
Os capatazes , feitores ,paus mandados, desses tal senhores
Sangravam os escravos, os marcavam Com chibatadas,seus lombos e suas vidas
castigo ,e perversidade, abriam feridas no corpo e na alma
Judiavam, daqueles que tiraram a liberdade
O bem mais precioso, da humanidade

Trabalhavam. No sol, na chuva,no sereno.
Exaustos, com o suor escorrendo
Muitos acabavam morrendo a saúde por fim iam perdendo
definhavam nos canaviais, nos cafezais das fazendas
nas grandes propriedades , muitos com mais de sessenta
e outros com tão pouca idade , sentiam na pele a tristeza
de não serem donos das suas vontades

O quilombo era esperança ,subsistência
Reduto dos foragidos , não somente dos negros ,fugitivos
mais também os índios .e os brancos despojados
era um exemplos de resistência
aqueles que eram revoltados, corajosos abolicionistas
lutavam contra escravagistas ,capitães do mato, e ate a policia

quilombolas, como eram chamados.
capoeiras ,mestres no corte da cana
tocavam tambores ,cultuavam uma religião
de grande manifestação que igreja achou por bem intitular de profana
Os orixás, da cultura africana
conviviam diariamente ,com a maldade da raça humana
depois de chicoteados,e como animais tratados
suas mulheres, pelos coronéis, eram levadas pra cama

eram usadas como objetos ,e muitas eram amadas
tratadas com um certo afeto
mais a elite a corte jamais admitiria ,que um nobre assumisse um dia
seu amor,sua paixão por aquela que te servia
na mesa e na intimidade
embora todos soubesses, que era assim que se procedia
os barões pouco tocavam ,as brancas ricas e prendadas
que em suas alcovas com eles dormiam

a paixão oculta ,reservada
nos celeiros ,nas carroças era escancarada
no meio das estradas era consumada
o prazer era comum estendia -se as madrugadas
negras mulatas obrigadas gemiam sem sentir dor , fingindo sentir amor
Nos braços do seu senhor

e quando as mesmas eram emgravidadas
A cria que era gerada, por eles era ignorada.
nas senzalas frias,e empoeiradas,tão logo era descartada

as negras dotadas,de beleza simpatia.
e educação viviam na casa grande , mucamas ,durante o dia
serviam as sinhazinhas. cumpriam sua obrigação
mas a noite eram obrigas a se deitarem com o barão

assim se deu a mistura , no ato da postura
da infidelidade do branco que não resistia e, se rendia aos encantos.
Da fêmea de pele escura.
De cabelos crespos, dentes fortes claros
Do corpo quente, pelo seu porte imponente suas curvas os, levavam a loucura.
E incomodavam suas esposas, a sua graça sua formosura
Muitas por isso, eram levadas ao tronco a tortura
os cintos de castidade ,protegiam do adultério
as baronesas ameaçadas ,pelas negras lindas daquele império


dessa atração, dessa pratica antiga,e corriqueira
foi o ponto de partida. para a miscigenação , brasileira

nos quilombos,tinham essa .variedade.
de raças. cores ,e credos, muitos sofredores
mais todos ,iam em busca, dos mesmos valores
ansiavam ,ávidos a abolição ,que zumbi pregava .almejava
e por ela lutava .e assim lutou ,ate o fim dos seus dias
contra essa covardia chamada escravidão

palmares era um paraíso,foi um marco um sonho na historia da escravatura
lá tinha entendimento,.paz tinha alimento ,Pecuária ,agricultura
um líder sem ditadura ,um socialista sem ter a cultura.
mas sua justiça ,e a sua bondade o faziam amado pelos irmãos
odiado, falado ,temido pelos inimigos e pela população
por sua bravura ,se tornou uma lenda a liberdade era sua razão

zumbi era seu nome ,exemplo forte de homem
no seu quilombo ,não tinha fome
era um herói e esse mérito não há quem te tome

e conhecendo a trajetória, a saga ,desse passado
.revoltado, indignado,consternado me sinto agora
como podiam ,ser tão cruéis ,gananciosos esses coronéis
devotos . a crueldade .de tirar de um ser sua liberdade
desmantelar seu coração, ver humilhada sua etnia

e acorrentada sua alegria ,em fim passou esse pesadelo essa agonia
que já não vemos hoje em dia envergonhou ,essa nação ,tanto sangue foi derramado quanto sofrimento lagrimas nos rostos das mães, rolaram quando dos seu seus braços eram tirados os seus rebentos
vejam que ironia os filhos desses senhores.
eram amamentados pelas chamadas mães de leite ama secas
quando no peito da branca baronesa o alimento não mais fluía
,muitas salvavam a vida daqueles que nasciam, cresciam e depois nelas
também batiam usavam possuíam
o destino de um povo inteiro,acorrentado em navios negreiros
ainda tinham que remar ,com fome .sem descansar rumo ao seu cativeiro
e essa doença do preconceito do desrespeito , a negritude
,esta maquiada mais ainda presente
É feio, infelizmente, espero que logo mude.

reencontrar

Reencontrar


Reencontrar ,é sanar a saudade
Alimentar a vontade de quem nos acorda
Transmite a certeza , que a vida pro segue e tudo que segue tem uma
razão . Um curso traçado pire determinado
Pelo coração
Reencontrar é ativar o passado nas nossas lembranças
Colocar tudo na balança , e o saldo que fica só trás esperanças
Cada momento vivido foi bem digerido ,degustado ao extremo nada perdido
Inalado e tragado ,em fim este guardado o que bom que fizemos
O bem que nos queremos e o que ainda viveremos
Reencontrar não é dar marcha ré é rever quem se quer
Seja homem mulher ,não se atenha ao orgulho
Grite faça barulho ,diga sim se há amor o que passou
O e nem mesmo o tempo apagou o que de mais forte ficou
É assim que ama , deixa o resto na Lama onde é seu lugar
Quem tentou nos tirar esse nosso entrelace já tem quem desate
É um nó , apertado o destino que atou e no meio do mesmo
Esta o nosso amor .Todo nosso carinho , todo nosso calor
Se enganou quem pensava e ate comemorava o que jamais se sucedeu
A distancia entre nos nunca , aconteceu porque você será minha e eu
sempre só seu
O seu cheiro seu beijo ,trago sempre comigo ,no meu corpo te abrigo
Nos meus sonhos te tenho , da forma mais gentil , com o desejo
animal
>Com uma fome letal, se não tiver você passo mal
Passo em branco ,sem o prazer real , não tem festa ,lazer carnaval
Reencontro para nos não cabe nem combina jamais nos desgarramos
Sempre nos chamamos ,dialogamos em nossos pensamentos
Nutrindo esse nosso lindo sentimento

saber amar

Saber amar (Davi Salles )




Amar , e a individualidade do outro respeitar
Ninguém pode mudar alguém assim deve ser
Personalidade trazemos no ser indivíduos viemos seremos
É só aprender, aceitar compreender

Cuidado de mais ,pode até estragar
De menos faz falta, tem que saber dosar
Complicadas as regras do jogo de amar .
as vezes se fala o que nem nunca sentiu
E a quem você ama, sem mesmo querer
Ou sem perceber sem intenção Por impulso você já feriu

Palavras que marcam e magoam
Ofensas, sem cunho algum de verdade
proferidas na oportunidade,
no ato de se defender .as vezes só trazem o sofrer
de espaço para seu amor sentir saudade de você
esconda sua fragilidade.
deixe o ser amado a vontade, espere ouvir sem pressão
que ele te ama .que és sua paixão não cobre isso não

nessa condição,tudo terá mais valor
franco, natural, tudo que declarou
por isso dê corda,liberte o amor
ser escravo do medo,pra que desespero ter tanto pavor
não dormir direito,viver a sofrer
nascemos sozinhos,e só iremos morrer
quem ama tem que ceder ,doar-se entregar-se
revelar o seu ser
Cuidar um do outro ,para quem ama você nunca perder

Alma gêmea,cara metade vida minha
Minha vida São termos colocados
Por muitos que só encantados se dizem
Apaixonados laçados nem sabem que estão enganados
Na faculdade do sentimento foram reprovados

santo casamenteiro

Santo Antonio



Santo Antonio o santo das enjeitadas
Das prendas , desesperadas
fêmeas não cortejadas lobas passadas
Ogum para os umbandistas
Casamenteiro na idéia do mundo inteiro

Simpatia das mais diversas, tem ate dia para sua festa
É o cupido sem asas sem flechas
A imensa lista com pedidos, de namorados, amantes, maridos
Certamente Daria para encher florestas

O Salvador das que ficaram para titia
Inconformada histeria , rezam terços novenas
Infinitas promessas dia a pos dia
Em busca do matrimonio elas demonstram ter pressa
Coitado de santo Antonio
Tem que realizar tantos sonhos

Se ouvisse ao mesmo tempo, tantas vozes os seus lamentos
Pedidos de casamentos, de certo não agüentaria
a aureola, sua santidade , a Paciência e sua bondade, tão logo ele abandonaria

ter que Arrumar para uma feiosa um príncipe encantado
Com um cavalo branco, tarefa mais dolorosa
Difícil ate para um santo. milagre também tem limites
E Nem todos o pai admite,
Tirar de um homem sã, seu bom gosto sua visão
Para se casar com um dragão, isso já se configura um pecado heresia essa encalhada Não tem compaixão
Que me desculpe a desesperada, mais essa cruz eu não carregaria não
Que injustiça com esse cidadão

A gorda gulosa, espaçosa
Pediu um Apolo com físico belo
Carinhoso, apaixonado, trabalhador e sincero

A encrenqueira ,ciumenta diz merecer
Um ricaço de carro importado e fazendas . quem agüenta ?
Na lista variada tem cantor famoso, galãs das novelas
Apresentador de tv haja tanta encomenda
Joelhos prostrados e velas

Sapatinhos de cristais ,carruagens é muito mais
Síndromes de Cinderela ,sonhos que vão alem do imaginário
Coitado de Antonio ,convive com essa carência
E as loucas inseparáveis ,da idéia fixa da providencia.
Na busca por um otário amarram a Sua imagem, ao pé da mesa ate o dia que colocarem um besta, dentro de uma igreja com aliança e tudo na frente do vigário