sexta-feira, 30 de julho de 2010

NEGAS

Negas (Davi Salles)



Nega o seu sentimento, escondes não o admite
Tem medo do que e mais forte insiste
Cresceu não o planejou
Mais aconteceu, nasceu brotou
Assusta-te estar apaixonada ligada a outro alguém
Querendo ter sua presença, incomodada com sua ausência
Quer dele sua companhia atenção energia
De asas a esse amor ser sozinho ninguém agüenta


Não oprima o amor em seu peito
Tentar extirpar não tem jeito
Consome-te incomoda te acorda, assim não é direito
Se a noite o sono te falta, dele não se esquece te chama te aborda é pertinente constante, vibrante sem trégua, sem porta, está sem saída... ilhada.
Esta ancorada no cais da sua paixão

Desça do muro encare a situação
Confesse a quem você ama
O seu sentimento, que mal não faz não
Vergonha de amar, nunca deve se ter
Se amor faz bem te ensina purifica você

És nova sobre o assunto aprenda tente entender
Conheça vai fundo, mergulhe de cabeça sem se arrepender

Às vezes o primeiro amor é o único das nossas vidas
E aquele que a primeira vista
Baixa sua pressão, faz jorrar suor nas mãos
Balança o corpo inteiro, que te faz gaguejar, basta sentir o cheiro
Faz-te falar ligeiro perder a fala, abarca te deixa fora do ar
Parece um ima a nos atrair difícil é resistir
Melhor se entregar

É do tipo que causa inveja, que não da brecha para falação
Tem luz seu próprio brilho tem uma exatidão
Não é fugaz nem passageiro, como inverno ou o verão

Amor é algo pra ser vivido
Tem que ser pleno, intenso, compartilhado
Olhar pra frente olhar pro lado
Cuidar um do outro do seu amado
Criar um clima a cada dia a cada noite
Cada momento, se dar inteiro abrir o leque
Acenda a chama, amor na mesa amor na cama
Amor no carro, amor no quarto, amor fiel, amor bacana

Amor bandido, amor honesto, amor sincero, amor fingido.
Quem ama sabe qual é o seu que tipo tem a conotação
A qualidade se é de verdade, se tem razão de ser e de estar
De prosseguir continuar se vão pra frente se é frio ou quente
Se tem futuro se pode e deve seguir em frente.

NEGAS

Negas (Davi Salles)



Nega o seu sentimento, escondes não o admite
Tem medo do que e mais forte insiste
Cresceu não o planejou
Mais aconteceu. nasceu brotou
Assusta-te estar apaixonada. ligada a outro alguém
Querendo ter sua presença, incomodada com sua ausência
Quer dele sua companhia atenção energia
De azas a esse amor ser sozinho ninguém agüenta


Não oprima o amor em seu peito
Tentar extirpar não tem jeito
Consome-te. incomoda te acorda ,assim não e direito
Se a noite o sono te falta, dele não se esquece te chama te aborda é pertinente constante, vibrante sem trégua, sem porta esta sem saída
Ilhada. Esta ancorada no cais da sua paixão

Desça do muro encare a situação
Confesse a quem você ama
O seu sentimento, que mal não faz não
Vergonha de amar, nunca deve se ter
Se amor faz bem te ensina purifica você

És nova sobre o assunto aprenda tente entender
Conheça vai fundo, mergulhe de cabeça sem se arrepender

Às vezes o primeiro amor é o único das nossas vidas
E aquele que a primeira vista
Baixa sua pressão, faz jorrar suor nas mãos
Balança o corpo inteiro, que te faz gaguejar, basta sentir o cheiro
Faz-te falar ligeiro perder a fala, abarca te deixa fora do ar
Parece um ima a nos atrair difícil é resistir
Melhor se entregar

E do tipo que causa inveja, que não da brecha para falação
Tem luz seu próprio brilho tem uma exatidão
Não é fugaz nem passageiro. como inverno ou o verão

Amor é algo pra ser vivido
Tem que ser pleno, intenso, compartilhado
Olhar pra frente olhar pro lado
Cuidar um do outro do seu amado
Criar um clima a cada dia a cada noite
Cada momento, se dar inteiro abrir o leque
Acenda a chama. amor na mesa amor na cama
Amor no carro. amor no quarto amor fiel amor bacana

Amor bandido amor honesto amor sincero amor fingido
Quem ama sabe qual é o seu que tipo tem a conotação
A qualidade se é de verdade, se tem razão de ser e de estar
De prosseguir continuar se vão pra frente se e frio ou quente
Se tem futuro se pode e deve seguir em frente

Partido em dois

Partido e dois (Davi Salles )


Partido em dois me sinto agora
A minha vida tão sem graça
Está sem motivo, turva sem brilho
Ela me falta pois se foi embora

Não imaginava que o amor doía
E machucava esmurra o peito de um jeito forte
Parece um corte que aberto sangra e chamo a morte

Meu pensamento viaja milhas, percorre cantos
Vasculho o mundo, pensando nela cada segundo, cada momento
meus olhos molham a nossa cama
meu corpo queima, grita e chama
duro estar longe de quem se ama
e madrugada fria malvada, arrasta o tempo
e a dor é tamanha.

Nunca pensei que precisava
Que me alimentava que era por ela que acordava
A cada dia mais convencido que a vida tinha uma direção
Que o seu carinho e proteção todo cuidado veneração
Eu como um louco joguei ao chão

Meu coração bate por ela e é açoitado na solidão
Vejo teu corpo em outros corpos
Sinto seu cheiro a toda hora
Me perguntando o que faço agora pois minha vida já foi embora

Parece sonho melhor dizendo é um pesadelo
Um filme triste que me traz medo
Um desespero que me dominando
Vivo chorando me corroendo arrependido
Estou morrendo

Meus Deus me ouve fala comigo
fala com ela diz pra voltar
outra mulher jamais pensei ou cogitei um dia amar
errei eu sei mais quem não erra não pode acertar
sei que sou dela e ela é minha
minha alma gêmea a outra metade
to me afogando nessa saudade

paixão

A paixão (Davi Salles)



Encantamento momentâneo
Pode durar a vida inteira
Platônica, efêmera, fugaz, ou verdadeira.
Eterna ou passageira
Apaixonar-se pode se tornar comum
Se não tomares cuidado, qualquer motivo pode ser mais um.
Um olhar, uma palavra amiga, você sempre corre o risco
Um perfume, um sorriso, o jeito de falar um charme.
Um simples artifício configura uma armadilha, pra você se apaixonar

Um toque, um gesto de atenção
Num momento de carência. Um mero aperto de mão
Leva a conseqüência da paixão
Um fiasco de tesão, ai é que mora o perigo. se balança o coração
Ela chega de mansinho, outras vezes mais parece um furacão.
Forte. Poderosa. Devastando tudo em volta.
Ate mesmo Sua antiga relação

O que somente era só um flerte, uma simples aventura
Transforma-se em emoção, por vezes obsessão
O sintoma da saudade é o primeiro que aparece
E quando isso acontece, e agente não esquece
Realmente é paixão.
Lateja palpitando, como o sangue corre nas veias
Tomando-nos corpo e mente se laçado em sua teia
E pra isso não tem remédio, é um mal que não se tem a cura
Transforma-se em loucura, cai por terra à doçura
Sai de cena a ternura, e o ciúme é quem perdura

A paixão não tem idade. Mora em qualquer cidade
Não tem cor nem endereço. Mais às vezes tem seu preço.
Cada um sabe qual é da em homem em criança
Ancião, adolescente, na menina e na mulher
Quem é rico quem é podre, feio ou bonito
Mesmo quem aqui não foi citado,
Um dia já esteve apaixonado ou foi contaminado sabe bem como é que é

Emoção a flor da pele, pensamento viajando
O tempo todo chamando, todo tempo desejando
Conta as horas e segundos, pra quem ama encontrar
E em seus braços tão logo se atirar,
Á assim se estar amando quem mandou se apaixonar?
Paixão

Dias inserto, noites escuras
Coração palpitante, desejo gritante
Corpo quente, do fogo da paixão,
Sonho, fantasia, alucinação.

Estado de êxtase flutuando no espaço
Preciso sentir o chão.
Faz-me voltar ao tempo,
Sentir o momento suspirar de emoção.

Adolescência... Não mais!
De lembrar as loucuras de amor que fui capaz.

Insegura, vulnerável, solidão.
E a perda da razão.

Ironia do destino... Não sei!
Só sei que o amor renasceu
É mais forte que eu,
Nem cabe dentro do meu coração.

Lutas e relutas por este amor proibido
Que está dividido entre dois corações.

Sinto-me um pássaro ferido, procurando um ninho para pousar,
Sem precisar machucar o meu semelhante
Vou voando pelo horizonte
Até um abrigo encontrar.

Autora: Wande Pimentel

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Cara Metade

Cara Metade (Davi Salles)

Dizem que a cara metade é alguém que se ama e completa seus dias
Mas como poderia? Se até pouco tempo você nem se quer esse ser conhecia
Sobreviveu sem esse elemento até o presente momento, desse envolvimento
E agora se agarra a esse sentimento se declara dependente, que de agora em diante sua vida será um tormento sem ele tudo será diferente, e que o céu não será mais azul, que o sol perdera seu brilho, que irá sair dos trilhos e sente até nú.
Que seu mundo perdera o sentido, que sente-se mutilado sem esse amor do seu lado
Colocar nas mãos da outra parte a sua felicidade é muita responsabilidade.
É como sentenciar alguém a essa obrigação de te fazer feliz sem ter outra opção.
A sua cara metade é o outro lado da sua face, ninguém pode ser a razão da sua vida
Além dos seus objetivos e suas metas definidas, amar alguém não é sentir-se partido ao meio ter medo, receio, entrar em pânico porque naquele encontro ele não veio,
essa postura só te enfraquece e não faz bem para a relação. É uma leitura equivocada.
Acho que ninguém merece essa união de desespero obcecado pela paixão, perde a razão... mude de posição! Se coloque no lugar de quem você foca com essa visão, e verás tão logo que está na contramão, reflita sobre essa questão... quem não se ama não pode amar, quem não se basta não pode completar. Sinta-se inteiro dono do seu agir e pensar, o seu existir não se limita a necessidade de se doar e se entregar ao ponto de se dividir e se fragmentar.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Quando eu canto (Davi Salles)

Quando canto


Quando canto fico tão contente sinto de repente meu corpo dormente
De tudo me esqueço, não me reconheço se cantando estou
Minha voz valente.Forte, contralto
me joga pro alto me faz estar vivo, feliz, sorridente.
Quando canto eu piro, pois algo me toma mexe comigo
Fico diferente.

Quem me ouve cantar
Quase não acredita e não faz idéia
que esse homem forte
com expressão tão séria, todo musculoso.
Compõe ou canta o mundo romântico, passeia, habita, transita.

Quem me vê cantar muitas vezes chora
se conectou com a minha emoção
Com o que quis falar nessa cantoria
Acordes e a harmonia, do meu violão
que coisa gostosa.
É botar pra fora, dizer com orgulho
Que sou um cantor cantar a ternura, anseios de um povo
amores passados até amarguras
traduzir a glória de um apaixonado
Falar do amor, coisas do coração
Que bom ter a honra de ser trovador
Ser abençoado, por Deus nosso senhor.
Ter nas mãos o dom de poder dedilhar um instrumento
Expressar o que penso, qualquer sentimento, que satistafação
Tocar as pessoas com o tom da canção.