sábado, 27 de março de 2010

Dois monstros ( Davi Salles )

Dois monstros ( Davi Salles )

Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá comentem um crime vil cruel inaceitável.
Um genitor que deveria ser por natureza o protetor do seu rebento, nesse caso é co autor desse ato de crueldade extremamente violento que só revela a sua desumanidade.
Tentaram ludibriar, pericias contestaram laudos científicos provas cabais com negativas e investidas frustradas desse monstro e da sua amada que coincidentemente tem o mesmo nome da mãe. Que foi furtada do deu bem mais precioso o anjo Isabela que fora por essa outra estrangulada. Espancada, judiada, asfixiada e da janela daquele covil de cobras foi por esse psicopata atirada.
Chocaram o país inteiro com um cinismo repugnante lágrimas e negativas revoltantes se declaravam inocentes desse delito deprimente acostumados a impunidade.
Acharam que iriam sair dessa e voltar ao convívio da sociedade, mas o seu engano.
Hoje está estampado em todos os jornais e a justiça foi feita como em poucos episódios já vistos, com as mesmas características, com o requinte de crueldade que foi revelado.
Esses dois pulhas, canalhas bem nascidos educados em colégios de classe alta são a prova que o ciclo social e nível intelectual não impedem o homem de se contaminar e avançar a linha tênue que separa o ser humano do lado animal, pois é assim que vejo esses dois covardes que sem piedade tiraram a vida de uma criança inocente indefesa e totalmente pura.
Sem chances de se defender da ira e da violência que veio de onde jamais se poderia esperar, daqueles que deveriam zelar pela sua integridade física mais infelizmente eles são os protagonistas dessa atrocidade que marcou a história do país. Comoveu e consternou a população gerando revolta indignação.
E uma onda de protestos, manifestos em prol dessa tão esperada condenação.
Gente dessa estirpe com essa alma só merece reclusão.
Fragmentou famílias interrompeu um ciclo de uma história e agora fica a saudade, as lembranças. Até quando nossas crianças serão reféns dessa maldita escória
Essa sentença só nos conforta nos aparta do fantasma da impunidade.
A lei dos homens já foi cumprida então descanse em paz Isabela querida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário