quinta-feira, 3 de março de 2011

O homem apaixonado (Davi Salles )

Um homem apaixonado
Tem o privilegio de esbarrar todos os dias
Com a magia e o encantamento
Desfrutar desse sentimento
Ficar bobo de alegria, ver em tudo poesia.
Passa longe do seu pensar
Tudo que não possa vim a rimar com o verbo amar
Sintonizado nessa freqüência
De contentamento dessa experiência
O brilho salta ao seu olhar
Que insiste em contagiar
Teu espírito inundado, encharcado de paixão
Respinga pelos caminhos
Em cada passo, a firmeza dessa emoção se destaca no meio da multidão
Encurtando a distância entre a dor e a solidão
O amor te renovou
Que bom não ser mais sozinho
Se livrou dos espinhos, hoje é regado a carinho
Solitude, só por opção
O homem apaixonado se imuniza do medo
Sai do beco da indecisão, abre seu coração
Se lança, é ousado destemido atrevido
Exerce a sua libido
Fica solto, ligado, plantado, enraizado e liberto
Voa, ecoa, percebe-se sensível, mudado
Assim é o homem apaixonado
Torna-se outra pessoa, atento, tentado, laçado, ri a toa,
Fala sozinho, fala com o mundo, releva, perdoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário