quarta-feira, 2 de março de 2011

As mãos ( Davi Salles )

mãos fabrica de gestos
A quem seja direto destro ,
Elas empunham , indicam maltratam
trabalham, desatam e atam
masturbam, excitam, procuram, tateiam ,penteiam
apontam. delatam
São os mapas da vida, par quem pode decifrar
Os segredos e mistérios
as linhas das mãos muito podem falar

a mão que castiga .e tira uma vida
é a mesma que cura, e sutura a ferida
a mão do doutor , curandeiro da dor
a que aperta o gatilho. acarinha um filho
Esmurra um bandido esgana agride o amor
mãos do agressor
derrubam as matas , outras plantam o trigo
o feijão e o milho r semeiam o pão mãos do lavrador

amassa a amassa, ergue troféus , conduz o pincel
entalha ,amola a navalha ,dedilha instrumentos mãos que dão esmola
escrevem cordel , dotadas de talentos, eternizam momentos

modelam o barro, , lapidam brilhantes
escrevem poemas , novelas , afagam os amantes
formulam sinais,.a linguagem mudos e surdos
sem elas não existiria a jamais

mãos que aplaudem o talento com satisfação
falsificam , criam, são abençoadas
mãos calejadas rotas ou bem tratadas
algumas condenadas mãos ,assassinas
mãos que envenenam dão bofetadas fazem carnificina

revela , personalidade. sua identidade
tem suas digitas, formas sem iguais
Únicas,
exclusivas dados pessoais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário