quarta-feira, 23 de junho de 2010

o Encontro (Davi Salles )

Aceitei um convite fui bailar sem Limites
Ao te ver um palpite, apostei nesse amor
Te falei da minha historia , do passado e de agora da minha dor
Te levei lá fora e demonstrei calor
Te roubei um beijo, fruto do desejo que logo nos tomou


Um ciúme louco , me invadiu o peito
quando olhou Para o lado não contive o medo
Mais fui ao ataque . Rápido no gatilho
atrevido tinha um objetivo
Foi melhor assim hoje esta comigo
Deitas no meu leito. Tem o meu respeito

Sua energia gritava ao meu lado
Seu feitiço em mim já tinha lançado
Nem se dava conta que já era minha
Que eu já era dela fato consumado

Eu tinha a certeza que atrás da beleza
Havia muito mais .do que a forma esguia do charme
sua voz macia que me seduzia
To no seu domínio desde aquela noite, só tenho alegria

Pois da solidão já nem sinto o cheiro e nem o seu acoite
Seu olhar mirou i ,impresso nele foste tudo que sonhei
Quando me lancei ,fitei i essa moça que hoje tanto quero
De uma tez tão clara sorriso sincero


Sei que era você que eu esperava procurei mais não encontrava
Alguém doce assim quando vem pra mim
Meiga e tão mulher jeito de menina é meu querubim
Sem querer me acalma ,me faz tanto bem
Só você me basta não estou pra ninguém

Bailamos ate a,madruga
beijamos suamos ficamos
Disse que seria minha namorada, Obra do destino sou o seu menino
Seu homem amante ,ficante
Laçados hoje estamos pelo .encantamento
Temos nosso mundo, fizemos um pra nos
Ninguém tem acesso a nossos caminhos
Na intimidade são vastos os carinhos
Foi um reencontro de corpo e alma rápido veloz

Quando estou contigo abro minha alma

Relembrando O beijo, que naquela noite me deu
A promessa que fez,ela não esqueceu
Veio me amar, do meu mel se embrenhar
Se entregou pra mim. e gozamos em fim
Química louca, começou na boca no jeito de olhar
Eu tirei sua roupa,e os meus olhos viram o que queria olhar
Ao soltar os cabelos vi outra mulher a me enfeitiçar
invadi seu sexo possuir te fiz delirar
Rompi sua timidez ,toda sua nudez vim a contemplar

Algo pertinente no meio da gente
No seu corpo quente que pulsa sedento
Com fome de mim a todo momento
Esse amor vai longe estava te esperando
Te desejo agora estou te chamando

Seu cheiro que fica na cama em meu corpo
na casa inteira ,Quando vai embora me sinto quebrado
pois sua presença aqui e tão ligeira

Quem mulher formosa linda carinhosa
Charmosa. Gostosa, meiga toda prosa.
É por te que escrevo veja nessa trova
Que te vejo em vida como uma rosa

Venha que te espero de braços abertos
Com meu canto forte poesias versos
Não me deixe nunca, por favor, te peço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário